Home Empresas Spotify aumenta preços de assinatura nos EUA para elevar o lucro

Spotify aumenta preços de assinatura nos EUA para elevar o lucro

O Spotify tem tentado aumentar suas margens nos últimos meses, reduzindo os gastos com marketing e por meio de demissões

por Reuters
0 comentário

O Spotify (SPOT; S1PO34) aumentou nesta segunda-feira os preços de seus planos de assinatura nos Estados Unidos, a mais recente medida da empresa sueca de streaming de música em seu esforço para elevar suas margens de lucro.

O Spotify aumentou os preços de seu plano Premium Individual de 10,99 dólares para 11,99 dólares por mês, do plano Premium Duo de 14,99 dólares para 16,99 dólares por mês e do plano Premium Família de 16,99 dólares para 19,99 dólares por mês nos EUA.

O Spotify tem tentado aumentar suas margens nos últimos meses, reduzindo os gastos com marketing e por meio de demissões, depois de contar com promoções e investimentos pesados para impulsionar o crescimento dos usuários.

“Estamos aumentando o preço do plano Premium Individual para que possamos continuar investindo e inovando em nossas ofertas de produtos e recursos”, disse o Spotify em um email que planeja enviar a seus assinantes nos EUA no próximo mês.

A empresa oferece um serviço gratuito apoiado por publicidade com recursos limitados e um serviço pago baseado em assinatura que dá acesso a todas as suas funcionalidades, com os assinantes respondendo pela maior parte de sua receita.

Os analistas esperam que a gigante do streaming possa impulsionar ainda mais o crescimento oferecendo planos de assinatura personalizados com base nas preferências dos consumidores em setores como música, audiolivros e podcasts.

O lucro bruto trimestral da empresa ultrapassou 1 bilhão de euros pela primeira vez em abril, após ter controlado os gastos com marketing.

Seus assinantes aumentaram 14%, chegando a 239 milhões, e a previsão para o segundo trimestre é de 631 milhões de usuários ativos mensais.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.