Como já era esperado a votação da reforma da Previdência deixou sequelas nos partidos de oposição onde dissidentes votaram favoravelmente a reforma da Previdência.

A deputada federal Tabata Amaral (SP) e outros sete parlamentares do PDT foram suspensos do partido por terem votado a favor da reforma da Previdência no 1º turno de votação da proposta na Câmara. Eles responderão processo administrativo na Comissão de Ética da sigla, que prevê uma decisão em até 60 dias.

A Executiva Nacional do partido se reuniu nesta quarta (17), para debater os votos contrários à orientação do PDT, que havia fechado questão contra a reforma. “Por decisão da maioria, os deputados também estão com suas representações partidárias suspensas até que o processo seja concluído – o que pode demorar até 60 dias”, informou a sigla.

Leia também: Governo quer Liberar saque de até 35% de Saldo de Contas Ativas do FGTS

De acordo com o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, a decisão do Diretório Nacional é soberana e representa todas as instâncias partidárias. “O diretório nacional decidiu. Temos uma proposta paralela que Ciro (Gomes, candidato do partido à Presidência em 2018) está nos ajudando a levar a todos os cantos do Brasil e que achamos que seja uma reforma justa. Todos tiveram todas as instâncias partidárias para discutir, apresentar propostas”.

Baixe gratuitamente: A melhor planilha de controle financeiro do Brasil

Evolução nos processo e possível expulsão

Lupi sinaliza que pode haver “evolução” nos casos de Tabata e dos outros deputados – já que a reforma ainda será votada em 2º turno na Casa, em agosto. Veja o andamento da proposta no ‘Monitor Bolsonaro’. “É importante lembrar também que ainda terá uma segunda votação na Câmara, em agosto. O ser humano vive da evolução. E acho que todos podem evoluir durante esse processo.”

Tabata não comentou a suspensão. Após votar a favor da reforma, ela disse: “A reforma que hoje votamos não pertence mais ao governo; ela sofreu diversas alterações feitas por esse mesmo Congresso. O sim que digo à reforma não é sim ao governo e também não é um não a decisões partidárias. Meu voto é um voto de consciência”.

Participe da Lista Premium do Dinheirama no Telegram

Para que possamos ficar cada vez mais próximos de você e outros leitores especiais, criamos um grupo no aplicativo Telegram (Clique para participar)  que nos proporcionará um contato próximo.

A ideia é enviar diretamente através do Telegram nossos artigos, vídeos, planilhas, eBooks e mais, também iremos criar materiais exclusivos para quem fizer parte desse grupo Premium.

Também vamos dar prioridade para a Lista Premium do Dinheirama em alguns conteúdos como cursos e outras surpresas que vão sair ao longo do tempo, como acesso aos bastidores de nossas gravações e até prêmios.

Se você já possui o Telegram em seu celular, é muito simples entrar em nosso grupo Premium, você só precisa clicar Aqui e começar a fazer parte de nossa Lista Premium.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários