Home Agronegócio Tereos faz hedge de 80% da produção de açúcar e prevê início antecipado da safra no Brasil

Tereos faz hedge de 80% da produção de açúcar e prevê início antecipado da safra no Brasil

A Tereos começará a moer nesta semana, um pouco mais cedo do que o normal, já que há cana pronta nos campos

por Reuters
0 comentário
Caminhão carrega cana-de-açúcar (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Antes da forte correção do preço do açúcar em Nova York, a empresa francesa Tereos fez hedge no ano passado de cerca de 80% do adoçante que produzirá no Brasil na nova safra que começa este mês, disse o diretor-presidente do grupo no país.

“Tiramos proveito dos altos preços no ano passado”, disse o CEO Pierre Santoul aos repórteres em uma teleconferência de resultados, quando perguntado sobre a estratégia de hedge da empresa, acrescentando que não tem conhecimento se outras empresas do setor fizeram o mesmo.

Os futuros do açúcar bruto em Nova York perderam quase 30% de seu valor entre o final de novembro e o final de dezembro, passando de 27 centavos de dólar por libra-peso para 20 centavos de dólar por libra-peso.

Os fundos liquidaram grande parte de suas posições compradas quando o Brasil terminou uma safra recorde e surgiram sinais de melhora nas safras da Índia e da Tailândia.

Os preços do açúcar eram negociados a cerca de 22,60 centavos de dólar por libra-peso, no início da tarde de segunda-feira.

Santoul está otimista com relação aos preços daqui para frente. Ele disse que os estoques globais ainda estão baixos, historicamente, e a demanda no mercado físico continua forte.

O executivo acredita que a menor safra brasileira deste ano já foi precificada pelo mercado.

(Imagem: Reprodução/Freepik/@fio)
(Imagem: Reprodução/Freepik/@fio)

Os movimentos futuros de preços, segundo ele, serão impulsionados pelos números da produção brasileira, à medida que a safra for ganhando ritmo, bem como por qualquer notícia do governo indiano relacionada às exportações de açúcar.

A Tereos estima que a região centro-sul do Brasil produzirá cerca de 590 milhões de toneladas de cana-de-açúcar em 2024/25, abaixo da moagem de cerca de 650 milhões de toneladas na temporada 2023/24 até meados de março, segundo dados da associação Unica.

A Tereos começará a moer nesta semana, um pouco mais cedo do que o normal, já que há cana pronta nos campos.

A empresa aumentará a quantidade de cana alocada para a produção de açúcar na nova temporada, reduzindo a produção de etanol, já que o adoçante proporciona retornos financeiros mais altos do que o biocombustível.

Em fevereiro, ele disse à Reuters que a Tereos projetava elevar o “mix” de açúcar para 70%.

“As usinas têm lucro zero com o etanol atualmente, é basicamente ‘break-even'”, disse ele.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.