As perguntas do título deste artigo são muito comuns e costumam tirar o sono de muitos investidores novatos. Alguns deles evitam investir em títulos públicos por não entenderem plenamente a questão da segurança que envolve a negociação via Tesouro Direto. Por falar nisso, essa semana vai rolar um hangout gratuito comigo e outros especialistas para falar só de Tesouro Direto (clique aqui para detalhes).

Uma notícia veiculada hoje no jornal Folha de S. Paulo fala em fraude no Tesouro Direto, mas o que se vê neste caso é má-fé da corretora e de seus administradores. O investimento no Tesouro Direto é seguro e para que você não seja enganado, é importante atentar para alguns detalhes que vamos explicar no vídeo deste post.

Mais uma vez cumprindo nosso dever de informar e responder aos anseios de nossos leitores, fomos em busca de respostas objetivas e diretas para quatro perguntas sobre riscos ao investir em títulos públicos. As perguntas enviadas e respondidas foram as seguintes:

  • “Como a corretora garante que eu sou o detentor dos títulos públicos comprados?” (Hugo Renó, São Paulo)
  • “Como me certifico de que a operação feita pela corretora está certa? Há algum documento oficial do Tesouro ou da BM&F Bovespa?” (Túlio Noronha, São Paulo)
  • “Existe alguma maneira de saber quanto de títulos públicos cada corretora administra para termos uma ideia do tamanho e da solidez da instituição” (Roberta Campos, Rio de Janeiro)
  • “O Tesouro ou Bolsa oferecem algum tipo de proteção em caso de quebra da corretora, como existe o FGC para o caso dos bancos, por exemplo?” (Renato Oliveira, São Paulo)

Desta vez, pedi que as respostas fossem dadas pela Monica Saccarelli, Sócia-Diretora da Rico.com.vc e uma grande entusiasta da educação financeira, e pela Caroline Guedes, especialista em Tesouro Direto (autora de um especial com diversos artigos publicados aqui no Dinheirama). Mais uma vez, a ideia é explicar, elucidar dúvidas, não fazer propaganda. Elas gravaram um vídeo especial para nós, acompanhe:

Agradeço pela atenção da Monica e da Carol, que gentilmente cederam seu tempo para esclarecer dúvidas tão importantes. Obrigado. A você, leitor, reitero nosso compromisso de ajudá-lo nas suas escolhas e também no incentivo constante à educação financeira. Não se esqueça de participar do hangout gratuito que acontece nesta quarta (clique aqui para fazer sua inscrição). Obrigado e até a próxima.

Foto “Businessman drawing shield”, Shutterstock.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários