Home Colunistas Tixanews: Não era Venezuela, era Afeganistão

Tixanews: Não era Venezuela, era Afeganistão

E os professores das universidades vão seguir em guerra. Não tem jeito. Eles querem mais salário

por tixanews
3 min leitura

🦑 O PL do Estuprador seguiu sendo a pauta do dia. O governo Lula, com 48 horas de atraso, se manifestou. Padilha, o ministro das relações nada institucionais, disse que não é para contar com o governo para aprovação de mudança na lei do aborto.

Mas o líder do governo tinha dito 24 horas antes que isso não era assunto do governo. E agora. Vale qual?

🦑 Enquanto isso, novos dados surgem. A novidade agora é que a punição contra mulheres prevista no projeto de lei equipara o Brasil ao Afeganistão, que tem uma lei tão dura como essa agora proposta contra as mulheres.

Olha que beleza. E vocês aí com medo de o Brasil virar uma Venezuela.

Para os perdidos. O projeto de lei que ganhou caráter de urgência esta semana pelas mãos de Lira, o Arthur da Câmara frigorífica, torna assassinas as mulheres estupradas que fazem aborto com mais de 22 semanas, e com pena maior do que a do próprio estuprador.

👩 Seis mulheres que compõe a comissão da mulher assinam originalmente esse projeto que torna o estuprador um criminoso menor do que sua vítima. O deputado Sóstenes Cavalcanti teve 32 assinaturas para tocar o projeto, 12 delas de mulheres.

⛪ Por falar em Sóstenes, o deputado contou ao UOL que o projeto entrou na pauta por conta de um acordo entre os evangélicos e o Lira quando Arthurzito queria se eleger presidente da casa. Olha que beleza! 

👩 E a Janja, com 48 horas de atraso, também se manifestou. 


💎 E o Janones virou réu. Por conta da rachadinha, Tixa? Nada, darling. Por injúria contra Bolsonaro. Ele chamou nosso ex de miliciano, ladrãozinho de joias, bandido fujão e assassino que matou milhares na pandemia.

O Supremo formou maioria e aceitou julgar o caso. Tixa, mas não entendi, do que Janones chamou Bolsonaro? Eita, darling, tá ali ó: miliciano, ladrãozinho de joias, bandido fujão e assassino que matou milhares na pandemia.

Procurador pede levantamento de todos presentes recebidos no mandato (Imagem: Reprodução/KRiemer/PIxabay)
Procurador pede levantamento de todos presentes recebidos no mandato (Imagem: Reprodução/KRiemer/PIxabay)

🛑 E os professores das universidades vão seguir em guerra. Não tem jeito. Eles querem mais salário. 

🏦 Enquanto isso, Haddad, nosso Fernandinho Cabelo, foi se acolher nos bancos depois da fritura generalizada durante a semana. E os bancos, claro, abraçaram Fernandinho.

Disseram que está na hora de apoia-lo. Haddad em troca prometeu equilíbrio. Equilíbrio fiscal, darling. Não peça mais do que isso. 

ELEIÇÕES, BRASEW

✅ Bolsonaro almoçou com Nunes, o prefeito nada conhecido, que quer ser prefeito de novo. E saiu de lá com a sinalização que vai conseguir emplacar o policial Ricardo Mello como vice. 

⬇️ Mas Bolsonaro já não está mais tanto assim com a faca e o queijo na mão. Lembra que Bolsonaro ameaçou apoiar o tal Marçal e aí o Nunes se aligeirou para não perder apoio? Então, o problema é que o tal Marçal se mostrou bom de voto demais e começou a bater medo que ele esteja querendo se cacifar para ser candidato a senador por São Paulo.

E qual o problema? Só tem duas vagas a senador e os candidatos que Bolsonaro quer são seu filho e o Derrite, o homem da polícia que mata e que é o segurança de Tarcísio. 

E chega que já são dez e a chefe vem aí.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.