Home Mercados Tombo do Société Générale e tom “hawkish” de autoridades do BCE pressionam ações

Tombo do Société Générale e tom “hawkish” de autoridades do BCE pressionam ações

A alta dos rendimentos dos títulos na zona euro levou à queda de 2,6% das ações imobiliárias sensíveis aos juros após comentários "hawkish"

por Reuters
0 comentário
O Société Générale despencou 12,1% depois que o terceiro maior banco da França disse que esperava pouco ou nenhum crescimento nas vendas anuais nos próximos anos

As ações europeias caíram nesta segunda-feira, com os papéis do banco francês Société Générale em forte queda depois de um plano estratégico muito aguardado do seu novo presidente-executivo ter desapontado investidores, enquanto a cautela reinava antes de uma série de reuniões de bancos centrais esta semana.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em baixa de 1,13%, a 456,72 pontos, após subir quase 1,6% na semana passada.

O Société Générale despencou 12,1%, para o menor nível em mais de dois meses, depois que o terceiro maior banco da França disse que esperava pouco ou nenhum crescimento nas vendas anuais nos próximos anos.

O índice bancário da zona euro caiu 1,9%.

A alta dos rendimentos dos títulos na zona euro levou à queda de 2,6% das ações imobiliárias sensíveis aos juros após comentários “hawkish” (agressivos em relação à taxa de juros) dos formuladores do Banco Central Europeu (BCE), depois que o banco central aumentou os custos dos empréstimos em 0,25 ponto percentual na semana passada. [GVD/EUR]

O formulador de política monetária da Eslováquia Peter Kazimir disse que a alta dos juros do BCE na quinta-feira pode ter sido o último por enquanto, mas as autoridade precisariam esperar até março para ter certeza de que novos aumentos podem ser descartados.

Em uma semana movimentada para reuniões de bancos centrais, a expectativa é de que o Banco da Inglaterra aumente os juros pela 15ª vez na quinta-feira, enquanto o Federal Reserve parece preparado para manter a taxa básica inalterada na quarta-feira.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,76%, a 7.652,94 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,05%, a 15.727,12 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,39%, a 7.276,14 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,07%, a 28.585,86 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,71%, a 9.482,10 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,24%, a 6.126,96 pontos.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.