Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Comprometa-se: Os 5 primeiros compromissos para a felicidade!

Encontrei o livro de David Simon por acaso, em uma daquelas feiras de livros nas quais você procura algum ou alguns que possa levar para casa, sabe? O nome é: “Comprometa-se! Transforme suas intenções em decisões”. E posso dizer que ele acabou se tornando um daqueles que leio sempre que preciso me lembrar de algumas coisas importantes relacionadas às minhas atitudes na vida.

O que essa obra diz? Para começar, afirma que “compromisso é uma intenção centrada no sentido da realização dos nossos desejos mais profundos”. Ou seja, é o nosso real compromisso com a vida que a tornará mais bonita e feliz para se viver, entende? Depende de nós, quando compromissados, quebrarmos hábitos que nos confinam à prisão do condicionamento.

Clique aqui para ler o post completo

Dinheirama Entrevista: Sandro Reiss, CEO da Geru, fintech de crédito

Uma pesquisa recente realizada pela Fiesp contou com a participação de 400 indústrias do estado de São Paulo e mostrou que 54,8 delas nunca tinham ouvido falar sobre fintechs, dá para acreditar? Por essa razão, aqui no Dinheirama procuramos mostrar aos leitores todas as possibilidades que este novo mercado oferece.

Segundo Sylvio Gomide, diretor titular do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria e do Acelera Fiesp, há espaço para crescimento do uso destes serviços, “já que a principal motivação das empresas que nunca buscaram crédito ou utilizaram outros serviços financeiros fora do sistema bancário tradicional é a falta de conhecimento, caso de 42,4% dos entrevistados”, disse.

Clique aqui para ler o post completo

Pais: A difícil missão de criar laços e não nós

Hoje vou aproveitar esse espaço para uma reflexão diferente. Vou pedir um pouco de sua compreensão, para colocar em discussão um tema que foge um pouco da educação financeira, que tanto defendemos com unhas e dentes.

É um tema que pode ir além, mas que no final acaba convergindo para algo maior, algo fundamental para nosso futuro, tanto quanto a inteligência financeira oriunda da educação financeira.

Para começar, quero fazer uma pergunta: Quando você olha para os seus filhos, o que realmente enxerga?

Clique aqui para ler o post completo

Aprenda a investir com Leandro Martins: Curso de bolsa (Aula 10: Os 5 melhores set ups)

Não tenho dúvidas de que é no dia a dia que o investidor ganha a experiência e o conhecimento necessário para aproveitar as oportunidades, que nem sempre estão visíveis, para quem não tem o mínimo de conhecimento.

Durante os onze anos de existência do Dinheirama já estive por aqui diversas vezes, desta vez, pensei em oferecer algo um pouco diferente, um curso de Bolsa de Valores, a partir das lives que fiz nos últimos meses na modalmais, que também é parceira de investimentos do Dinheirama.

Clique aqui para ler o post completo

CDI e IPCA – Entenda como funciona e invista melhor

Ainda hoje, boa parte dos investidores brasileiros, destinam parte do dinheiro para caderneta de poupança.

A falta de conhecimento e acesso às informações são dois motivos que explicam a escolha de muita gente. Essas pessoas ainda não perceberam que existem opções de investimentos muito mais seguros e com rentabilidade melhor.

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários