Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Você precisa aceitar, trabalho e sucesso não são sinônimos de carteira assinada

Antes da minha aventura com o Dinheirama, passei por 3 empresas grandes. Uma carreira rápida e 100% baseada em desafios.

Tive a oportunidade de aprender muito com gente que se colocava em um “pedestal”, acima do bem e do mal e que na verdade, nunca foram mais do que fracassados.

Ao mesmo tempo, tive a chance de aprender muito com quem apostava na meritocracia, trazendo aqui para o Brasil o conceito onde todos os colaboradores (inclusive aqueles com a função mais simples), eram encarados como associados.

A polêmica meritocracia, na sua essência iguala as pessoas, pois na prática (quando bem empregada) ajuda a todos a focarem não apenas no salário, mas em resultados.

Conforme minhas realizações iam se sobressaindo, maior era minha renda. Inclusive, meus rendimentos, quando comparados com amigos que se vangloriavam de estabilidade, eram muito maiores.

Clique aqui para ler o post completo

Vamos falar sobre como limpar o nome?

Em nosso especial sobre crédito já falamos sobre score e agora chegou a hora de tratar sobre um tema que preocupa: como limpar o nome que ficou sujo?

Se isso aconteceu com você, saiba que há cerca de 60 milhões de brasileiros na mesma situação. “São diversos motivos que levam alguém a ficar com o nome sujo, como desorganização financeira, emergências de diversas esferas (obras, manutenção de veículos, doenças), entre outros”, explica o gerente do Serasa Consumidor, Matheus Moura. Ele acredita que, como a maioria das pessoas vive no limite do salário, em momentos de emergência o caminho é quase certo para o endividamento. E se isso acontece, o que fazer?

Clique aqui para ler o post completo

7 passos para um planejamento financeiro de sucesso

Planejar é importante em todas as etapas e fases da vida. O planejamento tanto das suas tarefas quanto da sua vida financeira depende de diversas etapas e cuidados. E, você só vai aprender corretamente se seguir as etapas que listamos aqui.
Todo planejamento é importante. Afinal, sem uma direção programada a ser seguida, qualquer direção tomada te levará de um ponto a outro. Mas, se você deseja realmente ter um controle maior sobre o seu dinheiro. Ou seja, deseja que você saia da condição que está agora e vá até onde você deseja ir (realmente deseja ir), continue lendo esse artigo.
Para tornar mais fácil a nossa conversa, eu listei 7 passos que você deve tomar para então realizar um bom planejamento e poder segui-lo.
Afinal, todo grande objetivo pode ser separado em pequenas metas e/ou etapas. Então, venha comigo nessa jornada e mude a sua vida.

Clique aqui para ler o post completo

10 coisas que aprendi ao fechar minha empresa

Empreender: eis o sonho de muitas pessoas! Provavelmente, em algum momento, você já pensou em como seria a sua vida se pudesse trabalhar para si mesmo, não é verdade? Eu também já pensei, e na verdade acabo optando por trabalhar de uma forma mais autônoma mesmo tendo que encarar as oscilações e riscos habituais a este estilo de trabalho.

E com relação a empreendedorismo, tive a oportunidade de abrir uma agência de comunicação quando tinha acabado de fazer 30 anos. Estava buscando uma série de mudanças para melhor na minha vida e achei que era o momento. Abri mão de um trabalho certo em uma empresa sólida, mas fiz a escolha de forma consciente. E foram 6 anos de muita satisfação profissional e aprendizado!

Clique aqui para ler o post completo

Dinheiro é bom e da forma certa todo mundo deveria gostar

Se tudo vai bem, ele é praticamente invisível, passa despercebido por nossas mãos e aparece quase sempre empregado em produtos supérfluos e desejos outrora esquecidos. Se algo vai mal, ele é um dos principais culpados, passa a ser questionado e relacionado diretamente às consequências dos problemas vividos na família.

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários