Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

5 formas definitivas para acabar com as dívidas

Um dos temas mais recorrentes aqui no Dinheirama está relacionado ao endividamento. Muitos leitores nos procuram pedindo ajuda para apontar uma saída para as muitas dívidas acumuladas. Tivemos experiência de conversar com leitores que passaram por problemas graves, em cujas vidas era difícil encontrar uma saída.

As dívidas angustiam e podem trazer problemas de toda ordem. Não há dúvidas de que viver endividado é problema grave e capaz destruir a vida em família. Nosso papel segue sendo muito gratificante: ajudar você, leitor, a tomar decisões inteligentes para combater o problema.

É preciso, antes de tudo, saber que não é fácil ou simples, mas tampouco se trata de uma questão insolúvel. O equilíbrio aliado ao planejamento permite descobrir exatamente o melhor caminho para aplacar o problema e também identificar e tratar suas causas.

Clique aqui para ler o post completo 

Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta, inclusive na vida!

Você já deve ter ouvido muitas vezes aquela frase das finanças que diz que não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta. Quando se trata de investimentos, ela se aplica à formação de uma carteira. A ideia é diversificar para diminuir riscos, ou seja, colocar um percentual dos investimentos em renda fixa, outro em ações, outro em cotas de fundos, e etc. Mas você já parou para pensar que essa frase também deveria ser aplicada às nossas vidas? Faz sentido diluir o risco nos investimentos, se no dia a dia esquecemos de pensar assim e concentramos todo o nosso foco em uma ou duas coisas?

Eu sei, nem todo mundo age assim, mas é normal que em determinadas fases a gente só tenha olhos para uma pessoa, ache que existe uma única solução para um problema, acredite que só dá para ganhar dinheiro de uma determinada forma, use todo o tempo disponível para trabalhar. E ai de quem tenta dizer o contrário. Quem tem uma visão única de vida normalmente até fica irritado quando as pessoas tentam sugerir possibilidades novas. Conhece alguém assim? E o pior é que se uma destas coisas não dá certo, o sofrimento é grande e inútil. Desta vez, portanto, vamos falar sobre diversificação. Acredite, há milhões de alternativas para uma mesma questão, a gente só precisa se lembrar disso!

Clique aqui para ler o post completo

Você não vai ter paz e prosperar se não acabar com as dívidas

Quem se lembra da crise financeira vivida no mundo e no Brasil há alguns anos? Depois de um período de ajustes na economia, com demissões, diminuição no crescimento e alguma instabilidade, o mercado brasileiro volta a dar sinais de crescimento, com a taxa de desemprego ainda elevada, mas com alguns sinais de recuperação.

Com a eleição de um novo governo, mesmo com algumas dúvidas, as pessoas esperam que o pior já tenha passado e que o país volte finalmente para o rumo do crescimento. Agora, empresas anunciam fusões e o mercado de ações volta a efervescer. Crise? Que crise?

Mesmo com a perspectiva positiva do futuro ainda é alto o número de brasileiros endividados, inadimplentes.

Clique aqui para ler o post completo 

Dinheirama Entrevista: Daniela Diniz, diretora de conteúdo e eventos do Great Place to Work Brasil

Liderança: como se reconhece um bom líder e qual o legado que bons ou maus líderes acabam deixando em nossas vidas? Para falar sobre o tema, o Dinheirama conversou com a jornalista Daniela Diniz, que é diretora de conteúdo e eventos do Great Place to Work Brasil e autora do livro Grandes Líderes de Pessoas, que trata da trajetória dos líderes de Recursos Humanos mais influentes do Brasil e seu legado para as futuras gerações.

Para Daniela, que também trabalhou por mais de quinze anos na Editora Abril, incluindo revistas de negócio e carreira como a Exame, Você S/A e Você RH, a função de um líder é desenvolver o time, sendo seu papel fundamental formar sucessores.

Clique aqui para ler o post completo 

Controle financeiro: Acabe com a hipocrisia de viver fora de seu verdadeiro padrão

À medida que os dias avançam, mais e mais boletos, cobranças e carnês surgem em meio às correspondências. Todo mês é a mesma coisa. As contas insistem em chegar, independente de nosso desejo ou planejamento financeiro. Se podemos pagá-las, quem se importa, a data de vencimento está lá impressa e pulsa diante de nossos olhos. O que fazer senão observar o ciclo se repetir todo mês?

Fluxo de caixa. A resposta para lidar melhor com as despesas recorrentes, aquelas que sabemos irão se repetir, passa pela familiarização com o conceito de fluxo de caixa. É simples: com base em um histórico de receitas e despesas você é capaz de projetar seu orçamento para os meses seguintes, o que lhe confere visibilidade em relação aos recursos disponíveis (limites de gasto, datas interessantes do mês para comprar etc.).

Clique aqui para ler o post completo 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários