Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Desempregado: Descubra 8 coisas que você não pode fazer (de jeito nenhum)

Em tempos como esse que estamos atravessando, você deve conhecer alguém que perdeu o emprego recentemente; você mesmo pode estar nessa situação.

O número de desempregados está alto e ao menos por agora parece que uma reversão da economia para aquecer o mercado de trabalho parece distante.

Ou seja, essa questão que assombra tantas famílias brasileiras é uma realidade e mexe com a parte mais sensível, o bolso. E por mais que a realidade doa, é preciso falar do assunto. Afinal, nós estudamos e nos preparamos para conseguir um emprego e não para perder, não é?

Por isso, listamos algumas orientações e dicas simples que, de alguma forma, podem ajudar a tomar decisões mais acertadas nesse momento.

Clique aqui para ler o post completo

Às vezes você precisa recomeçar para alcançar o sucesso (definitivo)

Pode ser que você esteja começando a ler este artigo com aquela sensação de que nada dá certo. De uma hora para outra você perdeu dinheiro, emprego, um negócio, um relacionamento… enfim, não importa qual a sua perda, o fato é que muitas vezes a gente precisa sim dar um passo atrás para poder seguir dois adiante e alcançar o sucesso.

Vou começar contando resumidamente algumas situações pelas quais já passei: já tive um noivado rompido por telefone quando estava no meio do trabalho, já fechei uma agência que era um dos meus sonhos empreendedores pois a sociedade não estava dando mais certo (e fiquei perdida depois disso), já me separei após 7 anos e fiquei sem apartamento, sem trabalho, sem fundo de emergência, e sem saber o que fazer. Isso foi há alguns anos e são apenas alguns dos exemplos, tenhos outros (risos).

O que constatei diante disso tudo? Que nestas fases de perda, onde a impressão é que temos que voltar ao zero para recomeçar, é que os aprendizados chegam com maior força.

Clique aqui para ler o post completo

DinheiramaCast 3ª temporada: Faculdade, fazer ou não fazer?

Como você já sabe, lançamos a 3ª temporada do DinheiramaCast! O seu podcast de finanças pessoais, negócios e outros temas ligados ao dinheiro e geração de renda.

Nada como aprender mais sobre como lidar com o seu dinheiro aproveitando melhor o seu tempo. Seja no trânsito, ao pedalar, na academia, ou durante viagens, esta é uma opção para melhorar a sua educação financeira!

No episódio da semana ouvimos um pouco a opinião de  nossos especialistas Ricardo Perreira, Conrado Navarro e do convidado especial, professor Cleber Gonçalves, sobre faculdade: você deve ou não deve investir em um curso de ensino superior?

O Papo recheado de diferentes pontos de vista, que certamente serão valiosos para quem está na dúvida sobre um tema tão polêmico.

Clique aqui para ler o post completo

Crédito para população de baixa renda: conheça o app Jeitto

Se você já teve que dar aquele jeitinho para pagar as contas no final do mês, sabe como muitas vezes pode fazer falta ter ao menos um pouco de crédito no mercado.

Voltado à população de baixa renda – e muitas vezes desbancarizadas -, o aplicativo Jeitto foi fundado em 2014 e oferece um limite de crédito de até R$500 por mês para ser utilizado dentro da própria plataforma, além da função pré-paga. A ideia é usar o smartphone como uma ferramenta financeira. E já são mais de 30 mil usuários.

O Jeitto não disponibiliza dinheiro em espécie, não cobra juros e não trabalha com crédito rotativo. Suas tarifas são fixas e variam de acordo com cada tipo de serviço e transação. A simplicidade do modelo de cobrança tarifária faz parte do objetivo da fintech: auxiliar as pessoas no fluxo de caixa mensal de forma conveniente e transparente. Para entender melhor, o Dinheirama conversou com Fernando Silva, um dos fundadores do aplicativo.

Clique aqui para ler o post completo

Reserva de emergência: Por que devo construir e como começar?

A maior certeza sobre as emergências é que elas acontecem! Justamente para isso existe a reserva de emergência, não para te deixar tranquilo o resto da vida sossegado, e sim para ter recursos ao enfrentar emergências de saúde, desemprego e outros problemas que podem acontecer.

A construção de uma reserva de emergência envolve também utilizar de seguros para problemas como óbito, invalidez e acidentes. Vale sempre considerar um seguro como parte do fundo considerando não só você como as pessoas que dependem de você.

Onde devo alocar o dinheiro? Para começar, seu fundo precisa prioritariamente de Liquidez, rentabilidade e segurança. Porém, a rentabilidade é sempre o foco.

Clique aqui para ler o post completo

 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários