Seguindo sugestões de nossos leitores, faremos todo domingo de noite uma seleção, com resumo, dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior. A ideia é oferecer a você um panorama das preferências de mais leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Humildade: Característica Essencial do Investidor de Sucesso

Estar disposto a errar e aprender é mais do que apenas uma exigência para o sucesso nos investimentos, é uma forma de exercitar e valorizar a humildade necessária para construir uma estratégia duradoura em torno das finanças.

Sempre defendi que investir não deve, nunca, ser um ato isolado. Quem investe, investe porque deseja alcançar um objetivo, seja ele um produto qualquer, um bem caríssimo ou uma soma capaz de trazer tranquilidade para o resto da vida.

Clique aqui para ler o artigo completo sobre humildade.

Carros: o consumidor está endividado demais?

Depois de muitos anos incentivando a população a consumir, trocar de carro e aproveitar o crédito, parece que a conta chegou. A indústria automobilística enfrenta um momento de queda na produção, demissões e vendas em declínio. Por que?

Será que o consumidor está muito endividado para trocar novamente o carro e/ou comprar um novo modelo? É preciso entender algumas coisas sobre nosso momento econômico para delinear possíveis saídas e melhoras no futuro. Este artigo dá uma contribuição importante.

Clique aqui e leia o artigo completo.

3 Atitudes para Manter as Finanças do Empreendedor em Dia

Dizem por ai que “empreender é uma arte”. Se levarmos em conta nossa burocracia, mão de obra e a quantidade de impostos, o desafio tende a ser ainda maior. Felizmente, percebo que aos poucos nossos empresários estão amadurecendo, mesmo que muitas vezes tendo que falir e começar de novo. Um cenário como o nosso faz com que o preparo do empreendedor seja indispensável.

Quem decide abrir um negócio precisa levar em consideração diversas questões relacionadas ao dinheiro, e não apenas da empresa. Afinal, antes de ser um empresário de sucesso é preciso conquistar o sucesso das finanças da própria vida.

Clique aqui para ler o artigo completo.

10 armadilhas capazes de arruinar seu negócio

Construir um negócio que se prove viável não é tarefa para qualquer cidadão. Certamente não é um “passeio no bosque”; trata-se de algo que se assemelha muito mais a um combate de infantaria, com pouca munição e repleto de adversidades. Noites sem dormir, madrugadas de incertezas e uma natural insegurança fazem parte do cotidiano do empreendedor que se arrisca na busca dos seus sonhos.

No lado extremo, destruir algo que se construiu é obviamente muito mais fácil e, claro, leva invariavelmente pouco tempo. Então, amigo leitor, se seu objetivo é criar seu próprio negócio, preste atenção à lista com 10 armadilhas, atitudes e passos que devem ser evitados a todo e qualquer custo.

Clique aqui para conhecer 10 armadilhas perigosas e aprender a evitá-las.

Sucesso profissional depende de diploma de elite?

Há uma crença muito forte de que estudar em uma universidade reconhecida como “de elite” facilita as coisas no andamento da carreira. Quando digo facilita, quero dizer ajuda no sentido de encontrar melhores oportunidades e desfrutar de maiores salários.

Uma pesquisa realizada com 30 mil graduados mostra que não é bem assim. Aspectos ligados ao comportamento do aluno e à experiência dentro da universidade (de elite ou não) são os verdadeiros fatores de sucesso da maioria dos profissionais.

Clique aqui e veja o que diz a pesquisa sobre sucesso profissional.

Acompanhe os novos artigos durante a semana e domingo que vem volto com os artigos mais compartilhados e visitados. Obrigado pela confiança. Até mais.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários