Seguindo sugestões de nossos leitores, faremos todo domingo de noite uma seleção, com resumo, dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior. A ideia é oferecer a você um panorama das preferências de mais leitores e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

5 Livros de Finanças Pessoais que Você Deve Ler

Muitas pessoas defendem que lidar com dinheiro é difícil e requer conhecimentos específicos sobre economia ou finanças que não estão acessíveis a todos. Sejamos sinceros, agir assim é esconder-se atrás de uma desculpa esfarrapada. Não cola!

São muitos os livros e autores de finanças pessoais que merecem destaque e separei neste texto cinco opções básicas para aprender a olhar para o seu bolso de maneira diferente e começar a estruturar o orçamento. Começando por estes cinco livros, você certamente notará melhoras.

Clique aqui para ver quais são os 5 livros que você deve ler.

Liberdade: Domine seu Cartão de Crédito e Cheque Especial

As duas modalidades de crédito mais caras do Brasil são justamente aquelas mais usadas pela maioria dos brasileiros: cartão de crédito e cheque especial. A comodidade, praticidade e facilidade fazem destas opções uma armadilha perigosa para os orçamentos de muitas famílias.

Será que é possível viver sem essa dor de cabeça? Sem dúvida! Neste excelente artigo, Ricardo Pereira mostra alternativas para eliminar estas dívidas e começar a construir uma vida verdadeiramente livre. Aproveite.

Clique para ler o artigo completo.

Quem são os seus exemplos quando o assunto é dinheiro?

Há um movimento muito perigoso de pais que decidem “terceirizar” a educação dos filhos como um todo. Aspectos associados à cidadania e à formação do caráter precisam ser prioridade nos lares, mas há quem acredite que essas são responsabilidades da escola – o que é um grande equívoco.

Você já parou para pensar e refletir sobre os exemplos que recebeu no que diz respeito ao cuidado com o próprio dinheiro? Como avalia essa carga durante sua vida e formação? O que dizer do exemplo que você dará aos filhos, ele será positivo? Convido-o a ler e refletir sobre isso em um breve artigo.

Clique aqui para ler o artigo completo.

Finanças Pessoais: um tema difícil? Quem disse?

Você acredita que lidar com o próprio dinheiro é difícil? Será que não se trata de algo “apenas” chato? Pensando bem, será que cuidar das finanças e manter as contas em dia não uma obrigação, algo necessário e que deve ser uma prioridade? Como você encara essas perguntas?

Ao explorar a desculpa “É difícil” sobre a ótica de quem fica adiando o dia de começar a cuidar do próprio dinheiro e o tabu em torno do tema, proponho que a decisão passe a ser vista como uma questão crucial para o desenvolvimento pessoal. Dinheiro é bom e todo mundo gosta, mas é preciso que ele seja uma prioridade.

Clique aqui para ler o artigo completo.

16 Atitudes para Encarar a Economia e Vencer

Há um enorme pessimismo pairando sobre a economia brasileira neste momento, algo que já contagia os empresários e aqueles indivíduos que pensam em iniciar seus negócios. É fato que as razões para este clima existem (são muitas!), então pergunto: há o que se possa fazer para empreender e ter sucesso mesmo assim?

Gustavo Chierighini lança luz ao tema com uma seleção de 16 atitudes essenciais para quem deseja aventurar-se no mundo dos negócios por aqui. São dicas preciosas e profundas de quem é empresário há muito tempo, mas acima de tudo, de quem acredita no nosso potencial.

Clique aqui para conhecer as 16 atitudes capazes de ajudá-lo a vencer.

Acompanhe os novos artigos durante a semana e domingo que vem volto com os artigos mais compartilhados e visitados. Obrigado pela confiança. Até mais.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários