Seguindo sugestões de nossos leitores, faremos todo domingo de noite uma seleção, com resumo, dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior. A ideia é oferecer a você um panorama das preferências de mais leitores e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Dinheiro, Riqueza e Sucesso: 5 Vídeos que Você Deve Assistir

Um dos grandes desafios de quem gosta de navegar pela Internet é encontrar, separar e filtrar o bom conteúdo. Quando se trata de finanças pessoais e educação financeira, o desafio é ainda maior, porque a maior parte do material disponível diz respeito a promessas e produtos bastante duvidosos.

Pensando nisso, decidi aos poucos compartilhar aqueles vídeos que mais me impactaram e ajudaram no trabalho de educação financeira que realizo há quase 10 anos. Os vídeos recomendados neste post são os primeiros de uma série que divulgarei no Dinheirama.

Clique aqui para assistir aos vídeos.

O Mesmo Dinheiro que Liberta é o que Sufoca

Há uma coisa interessante sobre dinheiro que quase ninguém percebe: o mesmo dinheiro que liberta é o que causa problemas. É algo óbvio, mas que não nos damos conta porque parece natural e diretamente envolvido com nosso estilo de vida – então tendemos a culpar os outros por alguns deslizes financeiros.

Observando o comportamento das pessoas em relação ao cuidado essencial do bolso, a colunista Bernadette Vilhena oferece uma leitura abrangente e agradável sobre como podemos equilibrar melhor nossos anseios e medos em relação ao dinheiro e seu papel na família.

Clique aqui para ler as reflexões propostas pela Bernadette.

Sua Loja Preferida Está Vendendo Dinheiro. Cuidado!

Você entra na sua loja favorita para comprar um móvel novo ou um eletrodoméstico e sai de lá com um carnê enorme ou uma compra parcela em “N” vezes no cartão da loja. O negócio que acabou de ocorrer foi outro: a loja te emprestou o dinheiro e vai cobrar caro por ele.

Isso não é novo, mas ainda faz muita gente achar que está fazendo um “ótimo negócio” ou que é um “cliente especial”. Cuidado com a oferta de crédito na hora da compra de qualquer produto, é bem provável que os juros e taxas desde empréstimo sejam maiores que no mercado tradicional de dinheiro (leia-se banco).

Clique aqui para ler o artigo completo.

Quem são os seus exemplos quando o assunto é dinheiro?

Há um movimento muito perigoso de pais que decidem “terceirizar” a educação dos filhos como um todo. Aspectos associados à cidadania e à formação do caráter precisam ser prioridade nos lares, mas há quem acredite que essas são responsabilidades da escola – o que é um grande equívoco.

Você já parou para pensar e refletir sobre os exemplos que recebeu no que diz respeito ao cuidado com o próprio dinheiro? Como avalia essa carga durante sua vida e formação? O que dizer do exemplo que você dará aos filhos, ele será positivo? Convido-o a ler e refletir sobre isso em um breve artigo.

Clique aqui para ler o artigo completo.

Finanças Pessoais: um tema difícil? Quem disse?

Você acredita que lidar com o próprio dinheiro é difícil? Será que não se trata de algo “apenas” chato? Pensando bem, será que cuidar das finanças e manter as contas em dia não uma obrigação, algo necessário e que deve ser uma prioridade? Como você encara essas perguntas?

Ao explorar a desculpa “É difícil” sobre a ótica de quem fica adiando o dia de começar a cuidar do próprio dinheiro e o tabu em torno do tema, proponho que a decisão passe a ser vista como uma questão crucial para o desenvolvimento pessoal. Dinheiro é bom e todo mundo gosta, mas é preciso que ele seja uma prioridade.

Clique aqui para ler o artigo completo.

Acompanhe os novos artigos durante a semana e domingo que vem volto com os artigos mais compartilhados e visitados. Obrigado pela confiança. Até mais.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários