Home Empresas Trabalhadores da Ford retornarão ao trabalho enquanto sindicato se volta para GM e Stellantis

Trabalhadores da Ford retornarão ao trabalho enquanto sindicato se volta para GM e Stellantis

por Reuters
0 comentário

Os trabalhadores da Ford estão prestes a retornar ao trabalho após o sindicato norte-americano United Auto Workers (UAW) chegar a um acordo trabalhista provisório com a montadora na noite da quarta-feira.

A Ford foi a primeira das três grandes montadoras de Detroit a chegar a um acordo para as greves, que teve a adesão de 45 mil trabalhadores desde meados de setembro.

O UAW agora voltará sua atenção para as negociações com a General Motors e Stellantis.

O acordo, que ainda precisa ser ratificado pelos membros do sindicato, inclui um aumento salarial de 25% durante a vigência do contrato de 4 anos e meio e a eliminação de níveis salariais mais baixos para trabalhadores em certas operações de peças na Ford.

O contrato da Ford representa uma vitória significativa para os trabalhadores, uma das muitas alcançadas neste ano, quando eles paralisaram ou ameaçaram greves em vários setores, como ferroviário, entretenimento, transporte marítimo e casinos.

“Ainda temos que ver alguns detalhes, mas é uma grande conquista para o sindicato”, disse Harley Shaiken, professor de direito trabalhista da Universidade da Califórnia, em Berkeley.

O acordo reverte concessões acordadas pelo sindicato em uma série de contratos desde 2007, quando a GM e a antiga Chrysler caminhavam para a falência, e a Ford hipotecava ativos para sobreviver.

As empresas estão coletivamente numa posição melhor agora, embora todas tenham afirmado que aumentos salariais excessivos prejudicariam sua capacidade de competir nos próximos anos contra fabricantes de custos mais baixos, como a Tesla, líder em vendas de veículos elétricos.

(Imagem: Reprodução/REUTERS/Luke Sharrett)
(Imagem: Reprodução/REUTERS/Luke Sharrett)

O acordo, que pode ajudar a criar um modelo para acordos com GM e Stellantis, resulta em aumentos salariais totais de mais de 33% quando são levados em consideração mecanismos de capitalização e custo de vida, disse o UAW.

O sindicato orientou aos trabalhadores da Ford, atualmente em greve, que voltem aos seus empregos durante o processo de ratificação. Isso significa que a produção de picapes Ford Super Duty, SUVs Ford Bronco e Explorer e picapes Ranger pode ser reiniciada nesta semana.

Em declarações na quarta-feira, a GM e a Stellantis disseram que estavam trabalhando para garantir acordos o mais rápido possível.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.