Home Economia e Política Trump é um criminoso condenado. Ele ainda pode ser presidente?

Trump é um criminoso condenado. Ele ainda pode ser presidente?

Se for punido com mais do que uma multa, Trump poderá ser colocado em confinamento domiciliar ou sujeito a um toque de recolher

por Reuters
0 comentário

Donald Trump, o primeiro ex-presidente dos Estados Unidos a ser condenado por um crime, permanecerá em liberdade enquanto aguarda a sentença e poderá evitar totalmente a pena de prisão por falsificar documentos para encobrir um suborno a uma atriz pornô.

Veja a seguir o que está por vir para o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos que tentará derrotar o presidente democrata, Joe Biden, na eleição de 5 de novembro.

O que acontece agora?

O juiz que preside o caso, Juan Merchan, deve primeiro aprovar o veredicto e entrar com uma sentença final, embora isso seja normalmente uma formalidade.

Os réus criminais em Nova York são normalmente sentenciados dentro de várias semanas após a condenação, mas as disputas legais após veredictos podem, às vezes, levar a atrasos de meses. Nesse meio tempo, advogados e promotores recomendarão sentenças e depois discutirão sobre elas na audiência de sentença de Trump, onde Merchan tomará uma decisão.

Trump irá para a prisão?

Isso é improvável.

A sentença máxima para o crime de Trump de falsificação de registros comerciais é de pouco mais de 1 ano a quatro anos de prisão.

É raro que pessoas sem histórico criminal condenadas apenas por falsificação de documentos sejam sentenciadas à prisão em Nova York. Punições como multas ou liberdade condicional são mais comuns.

Os réus condenados por falsificação que são sentenciados a cumprir pena atrás das grades geralmente cumprem um ano ou menos e, mesmo nesses casos, a maioria foi condenada por outros crimes, como fraude ou furto – ao contrário de Trump.

Se for punido com mais do que uma multa, Trump poderá ser colocado em confinamento domiciliar ou sujeito a um toque de recolher, em vez de ser preso.

Como ex-presidente, ele tem uma equipe vitalícia do Serviço Secreto e a logística para mantê-lo atrás das grades pode ser complicada.

Trump também poderia ser liberado sob fiança enquanto recorre da condenação.

Donald Trump faz comentários à imprensa após ser condenado
Donald Trump faz comentários à imprensa após ser condenado (Imagem: Seth Wenig/Pool vía REUTERS(

Trump pode recorrer da condenação?

Sim. É provável que Trump apresente argumentos que Merchan rejeitou antes do julgamento, inclusive que o indiciamento é legalmente falho e politicamente motivado.

Também é provável que ele argumente que Merchan o privou de um julgamento justo ao cometer erros jurídicos, inclusive ao permitir o depoimento de uma atriz pornô que disse ter tido relações sexuais com Trump – depoimento que seus advogados disseram ser gratuito e destinado a inflamar o júri contra ele.

A defesa provavelmente argumentará que as acusações em si foram legalmente impróprias. A falsificação de registros comerciais por si só é uma contravenção em Nova York, mas é elevada a crime quando feita para cometer ou ocultar outro crime. Nesse caso, o escritório do promotor Alvin Bragg disse que esse outro crime era uma conspiração para violar uma lei eleitoral estadual.

Mas os advogados de Trump argumentam que a lei estadual não se aplica a eleições federais.

Trump ainda pode ser presidente?

Sim. A Constituição dos EUA exige apenas que os presidentes tenham pelo menos 35 anos e sejam cidadãos do país que tenham morado nele por 14 anos.

Em teoria, Trump poderia sagrar-se presidente dos EUA da cadeia no dia da posse, 20 de janeiro de 2025, se conseguir vencer Biden.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.