Home Economia e Política Trump irá para renovar aliança conservadora com premiê húngaro Orbán, amigo de Bolsonaro

Trump irá para renovar aliança conservadora com premiê húngaro Orbán, amigo de Bolsonaro

Os anos da Presidência de Trump trouxeram uma relação mais próxima entre os EUA e a Hungria depois que as administrações anteriores acusaram o governo de Orbán

por Reuters
0 comentário

Donald Trump está pronto para renovar uma aliança conservadora com o primeiro-ministro nacionalista da Hungria, Viktor Orbán, disse o candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos em uma mensagem de vídeo na sexta-feira.

Orbán tem sido um dos aliados mais próximos de Trump na Europa, onde os comentários do ex-presidente dos EUA sugerindo que ele não protegeria os países que não cumprissem os compromissos de gastos com a defesa da Otan causaram nervosismo entre os líderes.

Uma nova Presidência de Trump poderia facilitar as relações dos EUA com a Hungria, que tem sido criticada por Washington por seus laços estreitos com a Rússia e pela demora na ratificação da adesão da Suécia à Otan, com a qual Budapeste finalmente concordou em fevereiro.

“Estou ansioso para trabalhar em estreita colaboração com o primeiro-ministro Orbán mais uma vez quando eu fizer o juramento de posse como o 47º presidente dos Estados Unidos”, disse Trump, chamando o líder húngaro de “grande homem”.

APRENDA COMO MULTIPLICAR E PROTEGER SEU CAPITAL INVESTIDO POR MEIO DAS CRIPTOMOEDAS E ACELERE A SUA JORNADA RUMO À LIBERDADE FINANCEIRA

A mensagem de Trump foi transmitida na Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC), o mais importante encontro conservador dos Estados Unidos, em Budapeste, o terceiro evento da CPAC na Hungria.

Os anos da Presidência de Trump trouxeram uma relação mais próxima entre os EUA e a Hungria depois que as administrações anteriores acusaram o governo de Orbán de restringir as liberdades democráticas, incluindo a liberdade de imprensa e a independência do judiciário.

Bolsonaro e Orbán se reúnem em Budapeste (Imagem: REUTERS/Bernadett Szabo)
Bolsonaro e Orbán se reúnem em Budapeste (Imagem: REUTERS/Bernadett Szabo)

“Como presidente, tive orgulho de trabalhar com o primeiro-ministro Orbán, que, por sinal, é um grande homem, para promover os valores e os interesses de nossas duas nações”, disse Trump. “Nós reprimimos a imigração ilegal, protegemos nossas fronteiras, criamos empregos e defendemos nossas tradições e valores judaico-cristãos.”

Orbán, que foi reeleito para um quarto mandato consecutivo após uma vitória eleitoral esmagadora em 2022, é visto por muitos da extrema-direita norte-americana como um modelo por suas políticas rígidas de imigração e apoio às famílias e ao conservadorismo cristão.

Trump se encontrou com Orbán na Flórida em março. Após o encontro, Orbán deu seu apoio ao ex-presidente e disse que somente o retorno de Trump à Casa Branca poderia trazer paz à Ucrânia.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.