Home Economia e Política Turismo brasileiro cresce 1,4% e tem a melhor alta temporada em 10 anos

Turismo brasileiro cresce 1,4% e tem a melhor alta temporada em 10 anos

Volume arrecadado na alta temporada de 2023 e 2024 chegou a um total de R$ 162,2 bilhões

por Agência Gov
0 comentário

A alta temporada do turismo de 2023 e 2024 obteve o maior volume de receitas em uma década. Foi o que revelou um estudo com dados compilados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Conforme a pesquisa, o volume arrecadado chegou a um total de R$ 162,2 bilhões. Houve ainda um aumento de 1,4% em relação a mesma temporada de 2022/2023.

Os dados são referentes aos meses de novembro e dezembro de 2023 e janeiro e fevereiro de 2024. Antes disso, apenas a temporada de 2013 e 2014 havia apresentado números tão bons: R$ 165,2 bilhões. Entram nesse cálculo gastos com hospedagem, bares e restaurantes, serviços culturais, passagens aéreas e locação de veículos, transportes intermunicipal e interestadual, agências de viagens, entre outros.

No que diz respeito às receitas dos turistas estrangeiros, o volume é recorde na série histórica: foram US$ 2,1 bilhões, uma alta de 31% no comparativo com a alta temporada anterior. O valor mais alto da série histórica era de US$ 1,89 bilhão em 2016/2017.

Para o ministro do turismo, Celso Sabino, os dados mostram o Brasil retornando ao cenário internacional com um turismo ainda mais consolidado.

“Esse resultado mostra todo o potencial do turismo do Brasil sendo reconhecido e se tornando, cada vez mais, um importante pilar econômico, de geração de emprego e renda para o país. Mais um recorde alcançado graças ao esforço concentrado de todo o governo federal, da iniciativa privada e do brasileiro que voltou a acreditar no Brasil e que quer conhecer cada vez mais os nossos encantos”, concluiu.

Volume de receitas na alta temporada (R$ bi)

Panorama

Também foi divulgado pela CNC o Panorama do Turismo, uma compilação mensal de dados relacionados ao desempenho do setor. Em fevereiro, o volume de receitas foi de R$ 36,01 bilhões, o melhor fevereiro desde 2016 (quando o valor chegou a R$ 36,81 bilhões). O aumento, em relação ao mesmo mês do ano anterior, foi de 0,3%. A previsão do estudo é de que o turismo apresente crescimento na ordem de 2% em 2024.

Outro dado importante foi a alta de 5,2% no número de contratações efetivas em fevereiro deste ano, o que representou a geração de cerca de 24 mil postos de trabalho. O maior empregador foi o ramo de bares e restaurantes, com saldo de contratações de 15,5 mil pessoas em fevereiro deste ano (aumento de 6% em relação a 2023). O setor emprega formalmente, em todo o país, um total de 3,38 milhões de trabalhadores. A expectativa da CNC é de que, em 2024, o turismo gere mais de 154 mil novas vagas no País.

(Imagem: Pxabay/Werni)

Incentivo ao turismo interno

O turismo interno também tem sido uma prioridade do MTur que já lançou diversos programas que incentivam o brasileiro a conhecer o país dentro da iniciativa Conheça o Brasil. Coordenada pelo Ministério do Turismo, o programa tem o objetivo de incentivar e facilitar as viagens dos brasileiros pelo país.

Entre as propostas da iniciativa estão: a ampliação da conectividade e mobilidade entre destinos nacionais, com especial ênfase nas localidades turísticas regionais, e o aumento do número de turistas nos destinos brasileiros, estimulando a geração de negócios aos prestadores de serviços turísticos e fomentando a competitividade no setor. O Programa também intensifica a geração de emprego e renda nas comunidades que recebem visitantes, promovendo, assim, um impacto positivo e sustentável no desenvolvimento econômico local.

A iniciativa Conheça o Brasil Realiza, feita em parceria com o Banco do Brasil (BBAS3), oferta aos brasileiros, correntistas do Banco, condições facilitadas para comprar serviços turísticos e passagens aéreas com juros e forma de parcelamento especiais. Também beneficia os prestadores de serviços cadastrados no Cadastur, que podem oferecer produtos e soluções para aumentar a venda de seus produtos e serviços.

Já no Conheça o Brasil Voando a proposta é incentivar e facilitar as viagens dos brasileiros dentro do país é o objetivo desse programa.

Em parceira com o Ministério de Portos e Aeroportos, Associação Brasileiras das Empresas Aéreas (Abear), e as companhias Azul (AZUL4), Gol (GOLL4), Latam (LTM; LTMAY) e Voepass, o Ministério do Turismo reúne esforços para democratizar o acesso à aviação civil e reduzir o custo operacional das empresas aéreas. São ações que melhoram o ambiente de negócios, trazendo mais competitividade ao mercado no país.

A mais recente a ser lançada, o Conheça o Brasil Cívico, estimula que estudantes, professores e pesquisadores conheçam a história nacional visitando atrativos de Brasília (DF). A iniciativa é desenvolvida em parceria com a Secretaria de Turismo do Distrito Federal e o trade turístico local.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.