O governo da ex-presidente Dilma Rousseff foi marcado por inúmeros problemas.

A economia desceu ladeira abaixo e o clima político transformou o país em um verdadeiro barril de pólvora.

É inegável que a falta de habilidade política da ex-presidente tanto foi um dos fatores decisivos para que seu impeachment, que jogou o país para os braços de Michel Temer, o presidente mais mal avaliado da história.

O primeiro mandato de Dilma ficou marcado pela intenção de Dilma em tentar resolver os problemas da economia na base da “canetada”.

O governo forçou os bancos a baixarem os juros, sem atacar os problemas que de fato eram importantes.

Atenção: Dilma deixou uma bomba de R$ 10,37 bilhões e definiu que você vai pagar a conta. É hora de buscar proteção!

Dilma e a perseguição a Empiricus

Nós da Empiricus, quando em meados de 2014 alertamos o Brasil de que enfrentaríamos em breve uma crise sem precedentes fomos atacados pelo governo Dilma.

Nossos analistas mais brilhantes detectaram que teríamos problemas com as contas públicas, com o câmbio e que a inflação poderia sair do controle do governo.

Por falar a verdade, sofremos inclusive processo no TSE movido pela presidente Dilma e sua coligação.

Mas nada disso nos intimidou.

Nossos alertas, até ridicularizados por alguns, ajudaram os leitores da Empiricus a blindar o patrimônio e a ganhar muito dinheiro, mesmo em tempos difíceis.

Aproveite! Um material único que mostra como você pode se proteger de uma bomba que vai cair no seu colo.

O golpe é contra as finanças dos brasileiros

Também na base da canetada a ex-presidente Dilma fez com que o principal investimentos do brasileiros tivesse uma significativa mudança na forma como o seu rendimento era contabilizado.

A partir dessa mudança, milhões de brasileiros passaram a sofrer na pele os efeitos dessa mudança.

Agora, mais uma vez, a Empiricus decidiu mostrar a verdade para os brasileiros, denunciando que essa decisão de Dilma, representa uma bomba de R$ 10,37 bilhões explodiu e está corroendo o seu patrimônio.

De acordo com nossos cálculos cerca de 62,5 milhões de brasileiros irão ser prejudicados e pagarão esse pato.

Cuidado! Dilma saiu da presidência mas deixou uma bomba.

Você precisa se proteger

Felizmente é possível encontrar uma proteção para fugir dos efeitos dessa bomba armada por Dilma (Clique e saiba mais).

Nossa equipe percebendo a cilada em que os brasileiros foram atirados desenvolveu o que chamamos de “Fundo antibombas” que nada mais é do que apresentar uma saída com base nas oportunidades que existem em nossa economia e que o pequenos e médio investidor nem sempre têm acesso.

Se você quer se manter a salvo dessa bomba armada pelo governo Dilma, e quer saber mais sobre esse tema preparamos um material único que mostra em detalhes o perigo que todos os brasileiros precisarão enfrentar.

Por aqui, reafirmamos nosso compromisso de oferecer sempre o melhor conteúdo em finanças, e esperamos que você possa estar ao nosso lado.

Até a próxima!

Atenção: Dilma deixou uma bomba de R$ 10,37 bilhões e definiu que você vai pagar a conta. É hora de buscar proteção!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários