Viver de Renda
Viver de Renda
Home Economia e Política União Europeia fecha acordo sobre controversa lei para restaurar a natureza

União Europeia fecha acordo sobre controversa lei para restaurar a natureza

A legislação será agora submetida ao Parlamento Europeu e aos países da UE para aprovação final.

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Pixabay/dimitrisvetsikas1969)

A União Europeia concordou nesta quinta-feira em aprovar uma lei, fortemente contestada, que trata da restauração de ecossistemas naturais degradados e mantém medidas que alguns parlamentares fizeram campanha para eliminar.

Negociadores dos países da UE e do Parlamento Europeu chegaram a um acordo na noite desta quinta-feira, disse o Parlamento em comunicado.

A legislação será agora submetida ao Parlamento Europeu e aos países da UE para aprovação final.

Viver de Renda

A lei exige que os países implementem medidas para restaurar a natureza, abrangendo 20% das áreas terrestres e marítimas da UE até 2030.

O objetivo é inverter o declínio dos habitats naturais da Europa, 81% dos quais já classificados como em más condições.

O acordo é um compromisso alcançado após meses de campanha política que expôs profundas divisões, entre os países da UE e os parlamentares, sobre medidas ambientais.

Durante as negociações, alguns governos alertaram que a Europa está impondo leis ambientais demasiadas às indústrias, enquanto parlamentares de centro-direita da UE lideraram campanha para derrubar a proposta, argumentando que ela iria prejudicar os agricultores.

Bruxelas e alguns outros parlamentares, no entanto, têm lutado para manter a lei, por considerarem que são necessárias medidas enérgicas para travar o declínio acentuado da biodiversidade em toda a UE.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.