Home Empresas Usiminas tem prejuízo líquido e resultado operacional negativo no 3º tri

Usiminas tem prejuízo líquido e resultado operacional negativo no 3º tri

A expectativa média do mercado era de faturamento de 6,46 bilhões de reais, de acordo com a LSEG

por Reuters
0 comentário
Indústria

 A Usiminas (USIM5) divulgou nesta sexta-feira prejuízo líquido de 166 milhões de reais no terceiro trimestre, revertendo resultados positivos obtidos no mesmo período de 2022 e no segundo trimestre deste ano, com queda na receita e vendas de aço em baixa.

A companhia apurou um resultado operacional medido por lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado negativo em 20 milhões de reais, abaixo dos 836 milhões positivos obtidos um ano antes.

Analistas, em média, esperavam prejuízo líquido de 180 milhões e Ebitda negativo de cerca de 64 milhões, segundo dados da LSEG.

O desempenho marca o primeiro Ebitda ajustado negativo da Usiminas desde o quarto trimestre de 2015, quando a companhia tomou a decisão de desativar o alto forno de produção de aço bruto na usina de Cubatão (SP) diante da fraca demanda nacional.

Na época, a empresa vendeu 1,2 milhão de toneladas de aço, com um custo de produtos vendidos (CPV) por tonelada de 1.856 reais, de acordo com o balanço do período publicado pela companhia. O CPV do terceiro trimestre deste ano em siderurgia foi de 5.719 reais por tonelada, queda de 1,6% sobre o segundo trimestre.

No terceiro trimestre, quando havia a previsão da companhia de retomada da operação de seu maior alto-forno na usina de Ipatinga (MG), as vendas da Usiminas somaram 1 milhão de toneladas de aço e 2,4 milhões de toneladas de minério de ferro. Os volumes representam queda de 2% sobre um ano antes no caso do aço e alta de 7% no caso do minério.

O alto forno 3 de Ipatinga está paralisado desde abril para reforma, o que obrigou a Usiminas a formar estoques anteriores de placas para atender os clientes. No terceiro trimestre, a Usiminas investiu 886 milhões de reais, dos quais 386 milhões na reforma do equipamento.

A Usiminas ainda não anunciou quando o alto forno 3 de Ipatinga será reativado. Na véspera, o presidente do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), Carlos Loureiro, afirmou que informações do mercado indicam uma retomada em novembro.

A receita líquida da produtora de aços planos entre julho e setembro deste ano somou 6,7 bilhões de reais, quedas de 3% no trimestre e de 20% no comparativo anual. A expectativa média do mercado era de faturamento de 6,46 bilhões de reais, de acordo com a LSEG.

A empresa, que concentra sua produção de aço-bruto em Minas Gerais e mantém paralisado o alto-forno de Cubatão desde 2016, previu vendas no quarto trimestre de 900 mil a 1 milhão de toneladas de aço.

A Usiminas terminou setembro relação dívida líquida sobre Ebitda ajustado de 0,21 vez ante 0,38 vez no fim de junho e 0,14 vez no final do terceiro trimestre de 2022.

O caixa somou 5,7 bilhões de reais no trimestre passado, subindo 15,8% ante o final do primeiro semestre diante de uma redução de capital de giro da ordem de 1,5 bilhão de reais.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.