Tarifas, cesta de serviços, taxas de “alguma coisa”. Sempre quando você abre seu extrato bancário você vê esses nomes e não tem nem ideia sobre que são essas cobranças.

Você pensa, “são apenas 2 reais que descontou”, “essa outra taxa aqui de uma transferência, 7 reais, pouca coisa, nem ligo”. Como você não liga? É o seu dinheiro.

Pregamos no Dinheirama que você deve cuidar do seu dinheiro. Ele é importante na sua vida e esses poucos reais de diferença todos os meses podem fazer uma diferença maior ao fim de um ano, principalmente para quem já enfrenta problemas no orçamento.

Hoje em dia, temos uma solução para todas essas taxas que os bancos cobram, só que muitos ainda não conhecem. Você já ouviu falar da conta digital?

Ebook gratuito recomendadoRiqueza pessoal é possível

O que é uma conta digital?

Conta digital, é uma modalidade de conta recente que a maioria dos bancos brasileiros já oferecem. É uma conta criada para você não depender da agência bancária para realizar suas transações. Você faz tudo pelo celular, tablet ou computador (exceto saques e depósitos).

Se você faz pagamentos pelo celular, faz transferências por TED ou DOC, utiliza cartões de débito e crédito, deveria pensar nessa modalidade de conta.

Dentre os bancos mais antigos, o Bradesco, Itaú e Banco do Brasil oferecem essa opção.

Na maioria deles, para abrir a conta digital, basta procurar a opção no site e fazer o envio dos documentos. Cada banco tem suas particularidades, mas o processo é iniciado pela internet mesmo.

Leitura recomendadaConta digital: livre-se das altas taxas cobradas pelos bancos

Ela é segura?

Hoje em dia precisamos muito nos preocupar com segurança online. Nossos dados estão espalhados por ai e muitos não dão atenção para isso.

Todos os bancos online e as contas digitais são seguras (bem, nada é 100% seguro, mas o índice de segurança é bem alto).

As contas são inclusive seguradas pelo FGC (Fundo Garantidor de crédito) em até 250 mil reais por CPF.

Outras opções

Além dos tradicionais bancos, com agências físicas, já temos no Brasil os bancos digitais. Como exemplo, podemos citar o Original, e também o mineiro Intermedium.

O Nubank também está com uma modalidade de pacote de serviços com o cartão de crédito + taxas e essas taxas são convertidas em créditos no celular.

E também existe o Banco Neon. Na página deles você consegue mais informações sobre a empresa e serviços.

Transformação em curso

Com as atuais facilidades de transferência de recursos financeiros através da internet, celulares e tablets com seus aplicativos, e outros meios de pagamento, cada vez mais os serviços na agência bancária se tornam dispensáveis.

Você se lembra das greves recentes dos bancários? Isso atrapalhou muito a sua vida financeira?

No meu caso não sofri nenhum problema. Sempre paguei boletos online e fazia transferências pelo celular.

Canal de vídeos recomendado: TV Dinheirama – aprenda a manter suas finanças em dia

Conclusão

Talvez em breve, os bancos se tornem mais dispensáveis ainda, e se transformem em pequenos escritórios de relacionamento sobre assuntos específicos.

A velocidade dessa transformação dependerá na integração digital daqueles que ainda preferem ficar dezenas de minutos em filas para resolver problemas que, pela internet, é sanado com alguns toques no teclado ou na tela.

Você já pensou em abrir sua conta digital? Tem uma conta assim? Comente suas experiências. Abraços e até a próxima!

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários