Home Economia e Política Veja nova regra de faturamento do MEI

Veja nova regra de faturamento do MEI

A medida pretende estabelecer uma tabela progressiva de impostos para os MEIs, alterando a forma como esses microempreendedores individuais contribuem atualmente

por Redação Dinheirama
0 comentário
Impostos

O ministro do Empreendedorismo, Márcio França (PSB), anunciou uma nova regra de faturamento para o Microempreendedor Individual (MEI) durante a 2ª reunião ordinária do FPMPE (Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), realizada em Brasília.

A proposta visa incentivar uma maior contribuição previdenciária por parte dos MEIs, proporcionando uma aposentadoria mais substancial.

A medida planeja estabelecer uma tabela progressiva de impostos para os MEIs, alterando a forma como esses microempreendedores individuais contribuem atualmente.

Hoje, o teto de faturamento do MEI é de R$ 81.000 por ano, acompanhado por uma faixa de tributação que varia de R$ 67 a R$ 72, dependendo da atividade realizada.

Essa contribuição abrange tributos como INSS, permitindo uma aposentadoria equivalente a um salário mínimo. Com a implementação da nova regra, prevista para 2024, os MEIs poderão contribuir mais com a previdência, resultando em uma aposentadoria de valor mais elevado.

Diogo Chamun, diretor de assuntos legislativos da FENACON, ressaltou a importância da medida ser opcional, afirmando: “A possibilidade do empreendedor se aposentar com um valor maior é uma boa ideia”. Atualmente, os empreendedores que faturam entre R$ 500 e R$ 6.750 por mês pagam tributos unificados por meio do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), incluindo INSS, ISS e ICMS.

A proposta do ministro representa uma mudança significativa no regime tributário para microempresas, buscando equilibrar a arrecadação previdenciária e proporcionar benefícios previdenciários mais substanciais aos empreendedores.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.