Home Empresas Vendas de veículos novos recuam em setembro ante agosto, diz Fenabrave

Vendas de veículos novos recuam em setembro ante agosto, diz Fenabrave

Os resultados foram superiores à média mensal do ano, especialmente, sobre os emplacamentos do 1º semestre

por Reuters
0 comentário

Os emplacamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em setembro caíram 4,8% na comparação com agosto, apresentando leve alta de cerca de 2% na relação anual, para 197,7 mil unidades, informou a associação de concessionários, Fenabrave.

Segundo a entidade, a queda nas vendas ocorreu por “número menor de dias úteis”, três, ante agosto, com o mercado mostrando recuperação nos licenciamentos por dia útil.

“Os resultados foram superiores à média mensal do ano, especialmente, sobre os emplacamentos do 1º semestre”, afirmou o presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Jr, em comunicado à imprensa.

Segundo os dados da entidade, a média de emplacamentos diários de automóveis e comerciais leves foi de 9.372 unidades em setembro ante 8.560 em agosto, um aumento de quase 9,5%.

Andreta Jr. afirmou que “boa parte” do crescimento ocorreu diante de vendas “corporativas”, realizadas a empresas frotistas como locadoras de veículos, enquanto o ritmo no varejo segue abaixo do esperado.

No acumulado do ano, as vendas de veículos novos registram alta de 8,45%, a 1,63 milhão de unidades.

A Ford disse em comunicado que concordou com a continuação das negociações além do prazo do contrato, na esperança de chegar a um acordo provisório
(Imagem: freepik/@ tawatchai07)

O segmento de carros e comerciais leves eletrificados mostrou salto de 32,3% na comparação com setembro de 2022, com vendas de 8.458 unidades.

No ano, o segmento mostra aumento de quase 68%.

Já o segmento de caminhões segue mostrando fraqueza, com os licenciamentos recuando 23,8% sobre setembro de 2022 e caindo 5,8% sobre agosto, apesar do programa do governo federal de incentivo às vendas.

No ano, o segmento acumula baixa de 17,5%, o único entre os acompanhados pela Fenabrave a permanecer no vermelho.

“O crédito restrito e o ajuste de preços dos novos modelos afetou o desempenho do mercado (de caminhões). Ao menos, tivemos evolução nos emplacamentos diários na comparação com agosto”, disse Andreta Jr.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.