As últimas pesquisas de intenção de voto indicam a possibilidade de que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) pode vencer o processo eleitoral para presidência já no 1º turno.

Mesmo, esse não sendo, de acordo com os números, o cenário mais provável, muita gente já  começou a especular os prováveis ministros de um governo Bolsonaro.

De fato, até o momento, o único que possui status de futuro ministro é o economista Paulo Guedes, responsável pela guinada liberal de Bolsonaro. Guedes têm funcionado como uma espécie de avalista do candidato do PSL com o mercado.

Leia também: Bolsonaro pode ganhar no 1º turno? Entenda o que precisa acontecer

Os possíveis ministros

Ao verificar os nomes mais próximos de Bolsonaro é provável perceber que alguns nomes terão papel importante dentro de seu núcleo duro de poder.

Acompanhe alguns dos nomes cotados para fazer parte do ministério de um possível governo Jair Bolsonaro

Ministério da Fazenda: Paulo Guedes

Formação: Economia com doutorado na Universidade de Chicago

Experiência: Um dos fundadores do Banco BTG Pactual e da BR  Investimentos

Ministério da Justiça: Gustavo Bebianno

Formação: Direito

Experiência: Advogado e Presidente interino do PSL

Ministério da Casa Civil: Onyx Lorenzoni

Formação: Medicina veterinária

Experiência: Deputado Federal 4º mandato

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação: Marcos Pontes

Formação: Engenharia Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA)

Experiência: É Tenente-coronel na reserva da Força Aérea Brasileira. Atuou como astronauta na Nasa

Ministério dos Transportes: Oswaldo Ferreira

Formação: Academia Militar das Agulhas Negras

Experiência: É General da reserva do Exército

Ministério da Defesa e Segurança: Augusto Heleno

Formação: Academia Militar das Agulhas Negras

Experiência: General da reserva do Exército. Foi comandante militar da Amazônia e chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia

Ministério da Educação, Cultura e Esportes: Stavros Xanthopoylos

Formação: Engenharia de produção na USP com Doutorado em filosofia pela FGV

Experiência: Ex-diretor da FGV Online e diretor de relações internacionais da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED)

Ministério da Saúde: Henrique Prata

Experiência: Presidente do Hospital de Amor (antigo Hospital do Câncer de Barretos)

Ministério das Relações Exteriores: Ernesto Fraga Araújo

Formação: Formado em literatura e linguística na Universidade de Brasília e diplomacia no Instituto Rio Branco

Experiência: Diretor do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Itamaraty

Ministério da Agricultura e Meio Ambiente: Luiz Antonio Nabhan Garcia

Experiência: Ruralista e presidente da União Democrática Ruralista (UDR)

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários