Jair comenta: “Equipe Dinheirama, tenho ouvido muita coisa sobre a caderneta de poupança, principalmente que a sua rentabilidade anda muito ruim e perdendo para a inflação. Na prática, o que isso significa? Que alternativas de investimento devo considerar para multiplicar meu dinheiro sem ser na poupança? Obrigado”.

Manter o dinheiro na caderneta de poupança hoje significa perder dinheiro. Com rentabilidade em torno de 7% ao ano, o dinheiro aplicado lá cresce em proporção menor ao nível de preços medido pelo IPCA, indicador oficial de inflação, que se aproxima de 8,5% ao ano.

Há poucos dias, o Copom (Comitê de Política Monetária), do Banco Central, decidiu por elevar a taxa básica de juros (Selic) mais uma vez, que agora está em 13,75% ao ano. O objetivo é “encarecer” o custo de capital e “esfriar” a economia para combater a inflação.

Se por um lado os financiamentos e empréstimos ficarão mais caros, as aplicações de renda fixa ficarão mais atraentes. E neste cenário é possível encontrar opções de investimento que rendem de 40% a 80% mais que a poupança, com risco igualmente baixo e segurança.

Onde investir para garantir retornos maiores que os da poupança? Você já ouviu falar de Tesouro Direto? E letras de crédito (LCI e LCA)? Pois é, no vídeo abaixo nosso fundador, Conrado Navarro, conversa com Roberto Indech, analista da Rico.com.vc, que explica e dá ótimas dicas neste sentido:

A situação atual do país, o que inclui o aspecto econômico e a realidade dos juros, traz à tona uma realidade objetiva: a caderneta de poupança é um investimento popular, mas que hoje perde para a inflação.

A boa notícia é que existem alternativas melhores, igualmente acessíveis e seguras. Se você quiser saber mais sobre elas, você pode assistir a um curso online gratuito (clique aqui) ou receber um eBook detalhado (clique aqui). Aproveite-as!

Nota: Esta coluna é mantida pela Rico.com.vc, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto: Finances, Person stacking Euro coins, close-up, Shutterstock

Parceiro de Conteúdo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários