Ficar rico!Espera ai. Você bloga? Eu blogo! O verbo blogar já é popular, embora ainda não exista oficialmente. Mas o que se ganha blogando? Por que alguém blogaria? Recebi um convite do Guilherme Valadares [Papo de Homem] para o meme com o título deste artigo. Amigos leitores, um meme é uma opinião sobre outra opinião, quando um blogueiro expressa sua visão sobre algo que outro blogueiro já escreveu. Isso é tão novo pra você quanto pra mim.

Vamos ao que interessa. Pra mim, a inspiração para escrever não surge por dinheiro, mas o dinheiro pode surgir como sua consequência. Um livro, um artigo ou um blog só faz sucesso caso seu estilo, vocabulário, concordância, assunto, habilidade contextual e opinião agradem ao leitor. Ou você lê qualquer porcaria? O leitor só volta ao blog se o conteúdo for relevante e se aqueles minutos da leitura diária forem realmente lhe agregar algum valor. A recompensa só virá se ele (você) ficar satisfeito.

Este meme surgiu da explosão de novos blogueiros sedentos por dinheiro fácil na web, esperando viver longe dos problemas da vida real. Será que estes newbloggers (definidos aqui pelo iniciador do meme, Bruno Godoi) já experimentaram ler seu próprio texto em voz alta, diante de um espelho? Que tal ler alguns de seus artigos para um grupo de pessoas que não seja a turma do colégio? Eles pagariam alguma coisa? Dinheiro fácil não existe (pro Google? Talvez).

Pois é, sou e serei um eterno sonhador. Não consigo enxergar outra forma de ganhar dinheiro blogando, sem que você, leitor, sinta-se melhor, maior e principalmente convidado a uma pausa para reflexão. Conteúdo é a razão de existir de um ser humano, por que não seria a de um site, blog ou publicação? Prefiro perguntar ao leitor se sou digno de receber algo em troca a tentar enganá-lo com armadilhas blog afora.

Me arrisco a dizer que não existe essa de blogar por dinheiro. Primeiro a paixão, o gosto, o talento. Depois o dinheiro. Ai sim. Há que se esclarecer que falar é uma coisa, ser é outra. Como já escrevi em um artigo anterior, caráter não pode ser formatado para uma versão online ou offline. Fraude aqui, fraude lá. Cuidado com as histórias dos empreendedores da web e seus enormes feitos. Sua vida pode ser mais interessante que a deles.

Fulano ganha muita grana com o blog? Ótimo. Mas o que é muita grana pra você? Mais do que recebia no emprego anterior? Mais do que recebem seus pais? Mais do que recebe seu ex-chefe? Qual a sua referência? Se você bloga por dinheiro, então pretende alcançar uma meta financeira objetiva e alinhada com seu referencial pessoal, ou seja, você já começa limitado. É o auto-engano, muito eficiente nas horas em que o auto-conhecimento está de folga. É uma questão pessoal.

Não me admira que muitos blogs menos “barulhentos” tenham mentes tão mais brilhantes em seu comando, ganhando muito mais dinheiro. Não, estes blogs a que me refiro não são tidos como os de um “famoso problogger”. Será que os newbloggers imaginam o que seja networking? Que blogar pode ser a ponte para onde o verdadeiro dinheiro está “escondido”? Acho que não. Ainda bem.

Respondendo à pergunta, eu blogo por paixão. Primeiro porque blogar foi a ferramenta mais simples, rápida e eficiente que encontrei para poder externar meu conhecimento sobre finanças pessoais, planejamento familiar e investimentos. Segundo porque a opinião é a habilidade interpessoal mais importante que podemos ter e exercê-la diariamente me faz aprender cada vez mais sobre minhas outras capacidades. E terceiro porque ouvi falar que blogar era algo que estava “dando dinheiro”. Huh?

O resultado do blog na vida real não poderia ter sido melhor. Aqui, do lado de fora da tela, as coisas melhoraram e continuam melhorando bastante. São muitos os convites para trabalhos conjuntos, cursos, eventos e principalmente para boas amizades. Tudo porque escrevo sobre algo de que gosto e não somente por escrever. Em 33 dias de vida do blog, foram 8252 visitas, mais de 20.000 pageviews e US$ 35,00 de AdSense. Isso é bom ou ruim? Diga-me você blogueiro do dinheiro. Pra mim isso é riqueza suficiente.

Por fim, o que sempre digo aos meus amigos, colegas de trabalho e familiares. Escrever é fácil. Enganar é fácil. Ficar rico também é fácil. Difícil é encontrar aquilo de que verdadeiramente gostamos e fazer daquilo nossa mais prazeirosa missão por aqui. Lembre-se, riqueza é algo subjetivo e não tem a ver com dinheiro. Ele é apenas uma das muitas consequências. Eu sou rico! Algum outro problogger rico por ai?

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários