Nos últimos dias vários leitores enviaram perguntas sobre o Tesouro Direto. Parece estar havendo um crescente interesse por este investimento de renda fixa que combina segurança, baixo risco, rentabilidade acima da inflação (ganhos reais) e liquidez (possibilidade de resgatar o valor investido rapidamente).

Nesta semana uma campanha publicitária nos chamou a atenção. O texto dizia algo mais ou menos assim: “Quer fazer o seu dinheiro da poupança render mais? Tire ele de lá.” Bingo! É exatamente isso o que precisa ser feito por quem ainda tem dinheiro na poupança, mas tirar de lá e colocar onde? No Tesouro Direto!

Dê uma olhada nestes dados, que são do dia em que este artigo foi publicado:

Tesouro IPCA+ 2019: rendimento de 7,02% + inflação.

Isso significa que independente de qual será o valor da inflação, você sempre terá um rendimento real de 7,02% ao ano. Se considerarmos uma inflação de 9,7% ao ano, este título publico passa a ter um rendimento de 16,72% ao ano, enquanto a poupança rendeu 7,62% nos últimos 12 meses.

Visualizando o problema (e a solução)

Inflação = 9,7%

Título do Tesouro = 16,72% (ótimo: venceu a inflação)

Poupança = 7,62% (péssimo: perdendo dinheiro, que está sendo “engolido” pela inflação)

Mesmo com a claridade deste exemplo e o crescente número de pessoas que estão aprendendo e aplicando no Tesouro Direto, ainda há um maior grupo que segue com dúvidas sobre o assunto, e enquanto não se sentem seguras, continuam deixando seu dinheiro lá na poupança.

Então, aproveitando o feedback muito positivo que tivemos em relação ao material disponibilizado pelo Criando Riqueza (canal de finanças pessoais da Empiricus, nossa parceira de conteúdo), repetimos o nosso convite para que você, que ainda não viu, acesse este material gratuito que contém 10 respostas sobre o Tesouro Direto (clique aqui para ver), que vão te ajudar a eliminar suas dúvidas e abrir o caminho para que você proteja o seu dinheiro poupado e ainda faça ele render de verdade!

Até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “symbol percent”, Shutterstock.

Criando Riqueza
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários