Você já deve ter lido outros conteúdos nossos onde colocamos em xeque a questão do conflito de interesses pelos quais os gerentes de banco passam.

Eles sabem qual é o melhor investimento para você, mas sendo empregados do banco, eles tem metas que precisam ser alcançadas. Nem sempre estas metas estão alinhadas com os produtos que são realmente bons para você (e seu bolso).

Você não precisa ficar à mercê desse conflito. Agora colocamos à sua disposição um material que mostra de forma simples e direta, as melhores opções para o seu dinheiro.

Você vai entender qual aplicação bancária é melhor para você, por que os títulos de capitalização não são investimentos, como escolher uma previdência com rendimentos altos e custos reduzidos, e muito mais.

Daremos os argumentos necessários para você conseguir fazer bons negócios com seu gerente. Indicaremos como investir por uma corretora de valores e, com isso, obter retornos mais altos.

Ensinaremos como comparar aplicações financeiras e como encontrar as melhores opções disponíveis no mercado.

Mostraremos o que é feito exatamente com as suas economias depois que você compra produtos em uma instituição financeira, afinal, o dinheiro que você coloca lá, está em movimento, e pode ter vários destinos dentro do banco.

Teremos satisfação ao saber que quando você for à agência, entenderá de fato o que o gerente está sugerindo, e decidir, com consciência, entre contratar ou não os produtos que lhe são oferecidos.

Você saberá, entre outras estratégias:

  • Onde investir o dinheiro que está perdendo valor na poupança;
  • Como fazer boas aplicações automáticas com seu dinheiro;
  • Quando devemos pagar seguros de cartões de crédito;
  • Quais as melhores formas de investir para a sua aposentadoria;
  • Quais são as diferenças entre os segmentos de cada banco;
  • O que levar em conta ao selecionar um investimento;
  • Por que o banco esconde o Tesouro Direto.

Essas informações já são muito úteis, mas tem outras coisas importantes que você precisa saber, como por exemplo, montar seu próprio plano de previdência, com estratégias elaboradas pelo especialista Fabio Giambiagi, a maior autoridade do Brasil no assunto.

Que tal receber as mesmas recomendações de investimentos que costumam ser passadas apenas aos clientes “private” (aqueles que recebem tratamento especial dos bancos)?

E melhor ainda, você poderá fazer um curso completo, para leigos em finanças, para aprender de uma vez por todas a equilibrar suas contas pessoais e de sua família também.

Mas e se você tiver dúvidas sobre todo este material? Então você poderá participar de encontros online mensais, com sessão de perguntas e respostas, todas conduzidas por um planejador financeiro CFP®.

Entenda, estamos disponibilizando todo este conteúdo para ajudar você a não cair em ciladas financeiras, mas lembre-se: você é o responsável pelas decisões que toma. Basta estar bem informado para obter bons resultados.

Queremos continuar essa conversa com você e te mostrar como ter acesso a todo este material, então, se desejar saber mais, clique aqui para ser direcionado para uma página exclusiva, onde trataremos todos os detalhes.

Nota: Esta coluna é mantida pelo Criando Riqueza, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Criando Riqueza
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários