Home Mercados Wall Street aposta em resultados trimestrais estelares da Nvidia

Wall Street aposta em resultados trimestrais estelares da Nvidia

A valorização de 89% nas ações da Nvidia até agora em 2024 ajudou a elevar o mercado mais amplo, e a Nvidia agora representa 5% do S&P 500, de acordo com dados da LSEG

por Reuters
0 comentário

Wall Street está apostando que a Nvidia (NVDA; NVDC34) vai divulgar na quarta-feira forte resultado trimestral, com suas ações perto de preço recorde em um momento em que a fabricante de chips voltados a aplicações de inteligência artificial busca manter-se à frente dos rivais.

“Há muita coisa dependendo do resultado da Nvidia. Ela é a ação mais importante do setor”, disse Will Rhind, fundador e presidente-executivo da GraniteShares, que administra um ETF que investe na empresa de chips.

Um aumento de mais de seis vezes no preço da ação da Nvidia desde o início de 2023 fez da companhia a terceira empresa mais valiosa de Wall Street, com valor superior a 2,30 trilhões de dólares.

A valorização de 89% nas ações da Nvidia até agora em 2024 ajudou a elevar o mercado mais amplo, e a Nvidia agora representa 5% do S&P 500, de acordo com dados da LSEG.

As expectativas dos analistas quanto aos lucros futuros da Nvidia subiram ainda mais rápido do que suas ações. Isso fez com que as ações sejam negociadas a cerca de 35 vezes o lucro esperado, abaixo do pico de mais de 80 em junho passado, de acordo com dados da LSEG.

E a surpreendente avaliação da Nvidia ainda pode ter espaço para crescer. “Ela está subvalorizada em relação ao rumo que as previsões estão tomando”, disse Rhind.

Em média, os analistas veem a Nvidia relatando um salto de 242% na receita, para 24,6 bilhões de dólares no trimestre fiscal que termina em abril, de acordo com dados da LSEG de 17 de maio. Já para o segundo trimestre, a expectativa é de crescimento de quase 97%, segundo os dados.

Os analistas preveem lucro líquido de 12,83 bilhões de dólares no primeiro trimestre fiscal da Nvidia, acima dos  2,04 bilhões de um ano atrás.

Logo da Nvidia (Imagem: REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração/Arquivo)
Logo da Nvidia (Imagem: REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração/Arquivo)

Por vários trimestres, a demanda por processadores de IA da Nvidia ultrapassou o número de chips que a Taiwan Semiconductor Manufacturing Co, sua fabricante contratada, foi capaz de produzir.

“A única coisa que realmente está impedindo a Nvidia no momento é o fornecimento”, disse Inge Heydorn, sócio da empresa de investimentos G.P. Bullhound, que possui ações da companhia.

Mas os investidores também estão preocupados com as restrições impostas por Washington sobre as exportações dos chips de IA de primeira linha da Nvidia para a China.

Os investidores estão aguardando atualizações sobre os chips que a Nvidia está desenvolvendo para o mercado chinês depois que as restrições à exportação reduziram a participação da China no quarto trimestre na receita da empresa de cerca de 22% no período imediatamente anterior para 9%.

Após vários trimestres de crescimento de três vezes em sua receita no ano passado, a Nvidia também está enfrentando comparações difíceis.

“À medida que os números aumentam, você se depara com a lei dos grandes números, e a batida percentual começa a se tornar cada vez menor”, disse David O’Connor, analista do BNP Paribas Exane.

O aumento dos preços dos chips de memória usados nos microprocessadores de IA também pode prejudicar as margens da Nvidia, com os analistas esperando uma margem bruta ajustada de 75,8% no segundo trimestre, em comparação com as expectativas de cerca de 77% no primeiro.

A margens bruta pode sofrer um leve impacto dos “custos de memória que estão subindo e aumentando”, disse Heydorn, da G.P. Bullhound.

De modo geral, os analistas continuam confiantes no crescimento da Nvidia, já que pesos pesados da tecnologia, da Microsoft à Meta, aumentam os gastos com centrais de processamento de dados em uma corrida pela IA generativa que tem movimentado bilhões de dólares.

É provável que os gastos globais com serviços de infraestrutura de computação em nuvem aumentem 20% em 2024, em comparação com 18% em 2023, de acordo com a empresa de pesquisa Canalys.

“Os investimentos das grandes empresas de tecnologia continuam altos. Apesar de seus esforços para explorarem chips alternativos ou internos, suas opções são restritas tanto pela capacidade limitada de fornecimento quanto pelo desafio de superar o desempenho comprovado da Nvidia”, disse Ido Caspi, analista da Global X ETFs. “Ainda vemos a Nvidia como líder do setor em um futuro próximo.”

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.