Inteligência financeira é tudo!Desde pequeno cultivo o hábito de prestar muita atenção nas pessoas, em sua forma de falar, se expressar e em suas atitudes. Sem vergonha de sonhar, acredito bastante na possibilidade de aprender com exemplos. Bons e ruins, é claro! Desse interesse surgiu a imensa vontade de ler biografias, textos sempre capazes de delinear personalidades, e artigos sobre grandes homens e mulheres. Isso me fascina.

Por recomendação de alguns amigos mais próximos, decidi conhecer melhor Warren Buffett, um dos homens mais ricos (tudo a ver com nosso papo diário no Dinheirama) e mais admirados do mundo. Sem nenhuma surpresa, notei que ele é uma pessoa de hábitos simples, muito humilde, de caráter exemplar e ótimo senso de humor. Ingredientes altamente poderosos mesmo quando usados de forma independente, mas mágicos quando conduzidos juntos diante dos desafios da vida.

Um (grande) exemplo
Durante as muitas leituras que fiz sobre este que é um dos maiores investidores do mundo, percebi que muito de sua filosofia de vida (e de investimentos[bb]) pode ser replicada, aprendida ou ensinada. Longe de serem receitas prontas, suas palavras desenham perfeitos cenários para o crescimento pessoal e profissional, cruzando opiniões certeiras e resultados de sua extensa carreira.

Ao longo das últimas leituras sobre Buffett, colecionei algumas de suas frases e as anotei em um pequeno caderno. Aqui destaco três das que mais gosto:

“Não tento pular obstáculos de 2 metros: procuro obstáculos de 30 centímetros sobre os quais possa pisar”

Para alguns, cujo pensamento limita-se à aparente falta de desafios, a frase soa pouco inspiradora. Não para mim. Esse é o resumo de uma filosofia prática de vida, cujos caminhos são criados e desbravados sem amor ao desnecessário, supérfluo e frugal. Não adianta viver tentando, é preciso realizar. Lição aprendida.

“Sucesso é ser amado pelas pessoas que você quer que o amem”

Não é fantástico perceber que o sucesso tem uma singular definição interior, quiçá única, para cada um de nós? Associar o seu sucesso às expectativas dos outros, sejam eles parte da família ou amigos chegados, impede que você se mova na velocidade necessária. Outra lição aprendida.

“Todos que se envolvem em negócios complicados precisam de colegas. Alinhar seus pensamentos com os de alguém exige disciplina, o que, por si só, é muito útil”

Relacionar-se bem com sócios, colegas de trabalho e familiares nem sempre é tarefa fácil. No entanto, é na diversidade de pensamentos, ideais e valores que mora a grande oportunidade de crescimento, seja na carreira, negócio ou como simples membro de uma comunidade. Acostumados a lidar apenas com nossos problemas, esquecemos de oferecer ajuda, proferir elogios e destacar pequenos gestos de alegria. Mais uma lição aprendida.

O que tudo isso tem a ver com o seu dinheiro?
Ora, um artigo dedicado ao mestre dos investimentos Warren Buffett deve ser razão suficiente para uma reflexão. Suas decisões acertadas no mundo financeiro são reflexo de atitudes, valores e hábitos diferenciados, exercitados sempre com paciência e espírito empreendedor. Claro, aspectos de formação e muito estudo também influenciaram sua caminhada. Afinal, ele foi aluno e trabalhou para Benjamin Graham, famoso pelo profundo conhecimento da análise fundamentalista[bb].

Despeço-me satisfeito por compartilhar mais do que conhecimento técnico, por deixar disponível meu interesse pessoal em bons exemplos. Tudo com um objetivo muito simples: dar o exemplo. Valorize mais e melhor seus heróis, investigue a vida daqueles que norteiam seus passos, aprenda com o mau exemplo e passe adiante suas lições.

Gostou do tema? Que tal aprender um pouco mais sobre Warren Buffet e a análise de investimentos?

Crédito da foto para Marcio Eugenio.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários