Home Empresas XP irá “testar” nova Bolsa com ex-sócios para depois comprá-la

XP irá “testar” nova Bolsa com ex-sócios para depois comprá-la

O grupo anunciou nesta terça-feira uma rodada Série A para financiar os investimentos em equipe e tecnologia para o lançamento operacional da A5X

por Reuters
0 comentário

Dois ex-sócios da XP Inc (XP; XPBR31), um advogado e o cofundador da corretora Ideal buscam colocar em operação até o final de 2026 uma empresa que vai atuar no segmento de bolsa no Brasil, com foco inicial em derivativos e futuros.

O grupo anunciou nesta terça-feira uma rodada Série A para financiar os investimentos em equipe e tecnologia para o lançamento operacional da A5X, que terá soluções de negociação e pós-negociação para o mercado financeiro e de capitais.

Os fundadores são Carlos Ferreira, ex-sócio controlador da XP; Julian Chediak, advogado de mercado de capitais, professor, sócio do Chediak Advogados e ex-presidente do Conselho de Autorregulação da Cetip; Karel Luketic, ex-sócio sênior e diretor na XP; e Nilson Monteiro, CEO e cofundador da Ideal.

Segundo dados que circulam no mercado, a empresa pretende captar R$ 200 milhões. A XP teria, ainda, uma opção de compra que pode ser exercida no médio prazo.

Parceiros estratégicos institucionais minoritários participantes do mercado também ingressaram na A5X com a conclusão da Série A, que terá detalhes anunciados em breve.

“Com as recentes mudanças regulatórias, inúmeras inovações tecnológicas que impactam o setor e um cenário global em ebulição, a A5X nasce para melhorar a experiência de todos os investidores no Brasil”, disse Ferreira, CEO da A5X, em nota.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.