Home Economia e Política Yellen afirma que economia global segue resiliente e diz que EUA impulsionam crescimento

Yellen afirma que economia global segue resiliente e diz que EUA impulsionam crescimento

No mês passado, o FMI elevou sua perspectiva de crescimento global para 3,1% em 2024 e deixou sua previsão para 2025 inalterada em 3,2%

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Seth Wenig/Pool via REUTERS)

A forte expansão econômica dos Estados Unidos tem sido um “importante motor” de um crescimento global melhor do que o esperado, disse a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, em uma coletiva de imprensa na terça-feira, antes da reunião desta semana das autoridades financeiras do G20 em São Paulo.

Em trechos de suas falas divulgadas pelo Tesouro, Yellen disse que o Fundo Monetário Internacional e outros projetaram uma desaceleração disseminada na economia global em 2023, o que não aconteceu.

Em vez disso, o crescimento foi de 3,1%, superando as expectativas, e a inflação caiu, com a expectativa de que os preços continuem recuando este ano em cerca de 80% das economias, disse ela.

“Daqui para a frente, continuamos cientes dos riscos diante da perspectiva global e continuamos a monitorar cuidadosamente os desafios econômicos em determinados países, mas a economia global permanece resiliente”, disse ela.

Yellen disse que a força econômica dos EUA sustentou o crescimento global, impulsionada pelas políticas do governo Biden de apoio às empresas afetadas pela pandemia da Covid-19 e pelos investimentos na indústria doméstica, energia limpa e infraestrutura.

A inflação dos EUA também diminuiu significativamente em relação ao seu pico e o mercado de trabalho dos EUA está historicamente forte, disse ela.

“Se uma recessão nos EUA tivesse ocorrido em 2023, como muitos previram, o crescimento global teria saído dos trilhos. Embora existam riscos para nossa perspectiva, o crescimento dos EUA tem superado consistentemente as projeções”, disse Yellen.

No mês passado, o FMI elevou sua perspectiva de crescimento global para 3,1% em 2024 e deixou sua previsão para 2025 inalterada em 3,2%.

Yellen disse que o crescimento em muitas economias, incluindo o Brasil, atual presidente do G20, também contribuiu para o crescimento global, embora outras economias ainda enfrentem desafios. Ela não especificou quais países estavam enfrentando problemas.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.