21 jan Orçamento

Orçamento doméstico e disciplina com o Excel

A principal preocupação das pessoas é, quase sempre, buscar ou “comprar” o melhor padrão de vida que seu dinheiro permite. Esta afirmação norteia os fundamentos da Microeconomia. Em maior ou menor grau, todos tentamos alcançar esse objetivo. Sendo repetitivo, gastar mais do que você recebe pode gerar um agradável conforto na hora das compras, mas […]

por marcioboessio
há 7 anos

Inteligência financeira é tudo!A principal preocupação das pessoas é, quase sempre, buscar ou “comprar” o melhor padrão de vida que seu dinheiro permite. Esta afirmação norteia os fundamentos da Microeconomia. Em maior ou menor grau, todos tentamos alcançar esse objetivo. Sendo repetitivo, gastar mais do que você recebe pode gerar um agradável conforto na hora das compras, mas pode trazer (muitas) dores de cabeça quando os juros começarem a aparecer, aterrorizando seu orçamento. Por outro lado, será que poupar demais não representa, muitas vezes, um sacrifício desnecessário? Afinal, para que serve o seu dinheiro senão para gastá-lo com o que satisfaça suas necessidades e de seus familiares?

Seguindo este raciocínio e estes questionamentos surge a importância de você conhecer melhor o seu fluxo de caixa[bb]. Ter uma “radiografia” do comportamento do seu dinheiro irá lhe permitir tomar decisões financeiras que lhe tragam mais tranqüilidade e segurança para atingir seus objetivos. Digo isto pois é algo em que realmente acredito e pratico. É exatamente esta a experiência que quero compartilhar com vocês através deste artigo.

Encontrei, na seção de downloads do Dinheirama, a planilha de orçamento familiar, de autoria do Prof. Edson Pamplona. Ao abri-la percebi enorme potencial e decidi modificá-la de forma a torná-la coerente com o cotidiano de minha família. Minha intenção é conduzir-lhe através das mudanças que realizei na planilha, na tentativa de despertar em você o interesse por seu orçamento e cuidado com sua vida financeira. Faça o download da nova planilha e acompanhe o raciocínio. Lembre-se, minha proposta não é apresentar-lhes um arquivo que, sem qualquer correção, será usado em seus lares. Quero mesmo desafiá-lo.

As mudanças na planilha
A principal alteração conceitual da planilha foi a exclusão das colunas de previsão dos gastos e das receitas. Para quem nunca fez este controle antes em sua vida, esta coluna é propícia a ser preenchida quase aleatoriamente. Claro, isso é algo indesejado, pois números devem corresponder exatamente à realidade. Assim, recomendo que, inicialmente, você também se preocupe apenas em lançar seus gastos e receitas, deixando previsões orçamentárias para depois, caso haja necessidade.

Agora termina a moleza. Na planilha do professor, as categorias de lançamento foram pensadas de forma mais genérica, o que é natural dada sua intenção inicial. A partir delas especifiquei exatamente o que se encaixa em nossa realidade. Afinal, nem o Prof. Pamplona nem o Navarro poderiam prever que minha mãe é médica e que suas receitas são oriundas de convênios e da sua conta corrente remunerada. Não que a remuneração da conta seja significativa – realmente não é – mas o princípio da planilha é registrar todas, absolutamente TODAS as movimentações do seu dinheiro.

Da mesma forma, eu não posso adivinhar quais são as suas fontes de receitas. Portanto, mãos à obra! Use livremente os comandos do Excel[bb] para incluir e excluir linhas. Use a mesma energia e esforço na categorização das despesas. Agrupá-las é um bom instrumento de organização. No meu caso, incluí um grupo particular de despesas: os gastos com o consultório. Naturalmente, sinta-se livre para deletar este grupo de gastos e(ou) adaptá-lo para a sua realidade.

Preste atenção: sempre que remover ou editar algo corrija as fórmulas das últimas linhas da planilha. Cada grupo (linha azul) faz o somatório dos lançamentos em suas categorias e a fórmula da despesa total faz a soma dos resultados grupo por grupo. Na barra de fórmulas, delete a parcela da soma que deixou de existir (e foi substituída por #REF!).

Evite a todo custo usar a categoria “Outros gastos”. Tudo bem, eu tenho a categoria “Demais gastos”, irônicamente dentro do grupo “Outros gastos”. Acredite, minha intenção é reforçar a idéia da especificidade contínua dos gastos, ao invés de lançar valores num balaio onde você não saberá pra onde foi seu dinheiro. Com esse intuito, fiz uma planilha auxiliar, chamada Descrição, que pode ser acessada através da aba “descrição”. Nela podem ser lançados os gastos diários, que de outra forma teriam que ser anotados e somados ao final do mês, para serem lançados na planilha principal.

Note que há células brancas preenchidas com 0,00 na planilha principal. Elas têm a fórmula do somatório dos gastos correspondentes, que devem necessariamente ser lançados na planilha auxiliar. Preferi criar algo assim para exercitarmos a disciplina. É simples: anote os seus gastos no momento do pagamento e, assim que possível, lance-os no arquivo Excel. Considero este artifício ótimo para a aplicabilidade do orçamento doméstico[bb].

O procedimento para somar dados em planilhas diferentes é o aspecto mais complexo, existente neste exemplo, para que você possa personalizar seu orçamento. Não se desespere:

  1. Selecione a célula onde você deseja introduzir a fórmula;
  2. Clique no ícone da AutoSoma (na barra de ferramentas);
  3. Vá até a planilha auxiliar e clique na célula inicial do intervalo a ser somado;
  4. Segurando a tecla “Shift”, clique na última célula do intervalo;
  5. Tecle “Enter”.

Agora você tem uma planilha bacana, onde é possível descrever com elevado grau de detalhamento o fluxo do seu dinheiro. Chegou a hora de interpretar as informações que a planilha lhe traz. Por exemplo, você pode “pintar” de vermelho as células onde você acha que gastou além do que acha que deveria, inserir comentários como “merece um puxão de orelhas” e definir uma meta para o mês seguinte. Parece engraçado? Dar destaque para estes detalhes pode ajudá-lo com a disciplina do dia-a-dia e forçá-lo a vê-los diariamente, contribuindo para o resultado final.

Todas as informações e dicas aqui expostas não são taxativas. Use sua liberdade para criar, organizar, calcular, projetar e ajustar a planilha à sua vida. Use e abuse dos recursos básicos do Excel. Há algumas semanas eu também estava no papel de leitor do Dinheirama quando, trocando e-mails com o Navarro, surgiu a idéia para que eu redigisse este artigo compartilhando minha experiência. Que tal fazer o mesmo? Comente, deixe suas dicas e participe. Afinal, este é o espírito desta comunidade. Até a próxima.

Dinheirama Shop
Aprenda mais sobre planejamento financeiro e controle de gastos através de nossos livros, DVDs e E-books. Promoções e preços a partir de R$ 5,90. Acesse www.dinheirama.com/loja e confira!

——-
Márcio Campello Boéssio é estudante de Direito e de Economia na UFPel. Buscando informações sobre educação financeira, chegou ao Dinheirama e, desde então, se tornou leitor assíduo e também colaborador.

Crédito da foto para Marcio Eugenio.

Excel™ é uma marca registrada da empresa Microsoft®.

Importante: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.
  • http://dinheirama.com Ricardo Pereira

    Ótimo texto Márcio, parabéns. A utilização do Excel como ferramenta financeira, é uma “mão na roda” e descobrir as possibilidades do programa é sensacional.

    Abraços

  • Robertinho

    Boéssio, achei seu artigo muito bacana. Gostei muito. Quero elogiar publicamente sua atitude e força de vontade ao decidir alterar a planilha e compartilhar parte do que aprendeu com ela e com seu uso diário. Cada dia me surpreendo mais com o Dinheirama, uma comunidade incrível de pessoas comuns tentando apenas aprender mais e mais sobre dinheiro e finanças. Esse relacionamento franco e a possibilidade de contar com material de amigos, leitores e profissionais torna esse cantinho realmente especial.

    Márcio, parabéns e obrigado, já estou fazendo o download da planilha.

    Navarro, você não tem idéia do serviço que presta aos cidadãos deste país. Acho que não. Dizer apenas um “muito obrigado” é ser injusto contigo. Parabéns. Será que merecemos tanta atenção?

    Falou! Abraço.

  • Guilherme Piegas

    Sem prejuízo da linguagem técnica, é um texto que aproxima o leigo. O resultado é o natural: conteúdo que se espraia.Cumprimentos,amigo!

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11158537966341365646 McBoessio

    Agradeço ao pessoal que leu e deixou comentário. É muito gratificante receber palavras de apoio, espero ter conseguido contribuir com os colegas de leitura do Dinheirama no aspecto do orçamento doméstico. Esta experiência de controle do orçamento tem se demonstrado muito proveitosa, ainda que esteja apenas em seu primeiro mês de aplicação. Isso me empolgou para escrever este artigo e, com o axílio da presteza do Navarro, compartilhar a idéia com quem dela pode fazer bom uso.

    Quem quiser entrar em contato comigo para prolongar o assunto, requisitar algum auxílio na aplicação da planilha, comentar qualquer artigo aqui do Dinheirama, ou falar de qualquer outra coisa, não hesite em mandar e-mail para mcboessio@gmail.com

    Saudações a todos.

  • http://tecnocientista.info/ Marcelo

    Só faltou colocar o link deste artigo na planilha para download para referência. Como não pude ler todas as instruções no ato do download, seria interessante que o link estivesse ali para verificar posteriormente.

    Excelente artigo.

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11158537966341365646 McBoessio

    Obrigado pela idéia, Marcelo. Já repassei ao Navarro uma cópia da planilha incluindo este melhoramento. Tão logo quanto possível, ele disponibilizará para download a planilha contendo esta atualização. Este espírito de colaboração é extremamente benéfico ao Dinheirama.

    Saudações.

  • http://blog.rwf.com.br Renata Pacheco

    Márcio, eu costumo fazer o lançamento diário das minhas despesas, utilizando uma outra planilha do Excel, que achei no site Financenter, mas confesso que ainda não consegui me planejar como gostaria.
    Tenho sempre uma dúvida: quando fazemos uma compra com o cartão de crédito, por exemplo, devemos colocar essa despesa no dia da compra ou no dia do vencimento do cartão?
    Um abraço,
    Renata

  • Michel Cabelho

    Muito legal o artigo Marcelo, explicou direitinho as funçoões.

    Com certeza vou adaptá-la e mostrá-la a minha mãe, que anda “pecando” em algumas coisinhas.

    Abraços Família Dinheirama.

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11158537966341365646 McBoessio

    Renata, dei uma olhada naquela planilha, e ela é interessante também. Não difere substancialmente desta disponibilizada pelo Dinheirama, e é improvável que qualquer outra difira. Quanto à sua dificuldade de se “planejar como gostaria”, qual seria o motivo? Você fez as alterações devidas na planilha? Não se esqueça que é ela que deve se adapatar a você, e não o contrário. Este é o diferencial deste artigo e da planilha que eu construí. Minha intenção foi justamente mostrar como uma planilha genérica pode (e deve) ser personificada. O estímulo de, diariamente, abrir a planilha para registrar as movimentações torna-se muito maior.

    Michel: boa sorte na tentativa de disciplinar financeiramente sua mãe. Poucas semanas atrás a maior preocupação da minha vida era exatamente esta, e acredito ter dado passos importantes neste sentido. Está bem, podia não ser “a maior preocupação da minha vida”, mas mesmo assim é uma experiência muito enriquecedora (em todos os sentidos).

    Abraços a todos, continuem comentando.

  • Hélio

    Olá Márcio, a sua afirmação de que é a planilha que deve se adaptar à nós é válido. Já baixei várias planilhas do Excel e nenhuma delas eu gostei da forma de controle. Eu acabei fazendo sozinho uma planilha mas por falta de planejamento ficou com módulos separados (Controle da C/C, Cartão de Crédito, etc).

    Acabei gostando da sua pois é simples e ao mesmo tempo agrupa/associa várias informações, a separação da descrição e do relatório de gasto foi fantástica!

    Só que eu acho fundamental, dentro do objetivo simples da planilha (monitorar gastos, pois a educação do gasto seria um estágio seguinte) já ser incluído um módulo para o cartão de crédito (até porque minha conta de cartão de crédito às vezes chega a ser superior à 50% da minha renda), detalhando os gastos do cartão no período.

    Então acho que vou modificar a sua planilha acrescentando esse módulo de cartão assim como a planilha “Descrição” fica para a planilha “2008”.

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11158537966341365646 McBoessio

    Hélio, fico contente em perceber seu ânimo para monitorar seus gastos e receitas [realmente é a expressão mais apropriada], e espero poder contribuir para este resultado.

    Quanto à forma de lançar os gastos realizados no cartão de crédito, temos um ponto em aberto para novas idéias. Eu não abordei este aspecto no artigo simplesmente porque não havia deparado-me com este problema, até então. Eu pensei a categoria “cartão de crédito” apenas para os gastos inerentes ao próprio cartão (anuidades, tarifas, ou seja-lá-qual-for a forma que a empresa usa para ficar com nosso dinheiro).

    A solução que recentemente encontrei para este dilema foi lançar os gastos em cartão na própria planilha “descrição”; e incluindo a sigla CC no espaço da coluna “evento”. Na coluna “dia”, eu ponho o dia em que a fatura efetivamente é paga, independendo do dia em que o produto foi adquirido. Exemplo: no início do mês, minha mãe comprou ração, e pagou com cartão. O lançamento foi feito no mesmo dia da compra; contudo, a coluna “dia” foi preenchida com 25 (vencimento da fatura), e a coluna “evento”, com “Ração CC”.

    Este método tem sido satisfatório por enquanto, mas eu gostaria de visualizar a sua solução para o problema, caso já tenhas elaborado esse novo módulo e, claro, se não te importas em compartilhá-la.

    Saudações.

  • Fernanda

    Olá, pessoal?

    Também, tenho a mesma dúvida que a Renata!

    Uso uma planilha do excell, peguei o modelo no site “mulherinvest”. Eram duas, mas juntei tudo em uma só. O grande problema continua sendo como colocar os gastos com cartões? Se coloco no dia da compra, esse vai sair da minha receita no próprio mês o que não condiz com o real, em compensação, se coloco direto no dia do vencimento do cartão, aquele grupo(lazer), aquele item(cinema) ficará com vários valores somados em uma única célula e poderei não mais me lembrar quando gastei aquilo(=10+12+24+4….). Alguém já tema idéia de como resolver isso? Como vcs têm feito?

    Abs.

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11158537966341365646 McBoessio

    Fernanda, a questão do lançamento dos gastos pagos com cartão de crédito realmente é complicada, muitas são as dúvidas nesse sentido. O leitor Hélio apontou uma alternativa, e no comentário seguinte ao dele eu explico qual foi a solução que eu dei ao problema (3º parágrafo). Tive esta idéia raciocinando pelo princípio da planilha: ela é o local onte registramos toda a movimentação do dinheiro. Portanto, concluí que os gastos, independente do dia que ocorrem (mesmo que sejam em meses anteriores), devem ser lançados no momento em que o dinheiro sai de nossa posse. Para saber o dia em que o gasto foi de fato realizado, apresento duas sugestões: A primeira, já deves ter imaginado, é ter sempre à mão a fatura do Cartão. A segunda é possível na planilha que está disponível para download aqui no Dinheirama ou em outras que utilizem o mesmo sistema, não sei se é o caso da planilha que usas. Seria lançar o gasto no dia da fatura, e na coluna “evento” (da planilha “descrição”) escrever “cinema dia 29/12/07″.

    Espero ter lhe ajudado de alguma forma e, caso contrário, continue perguntando. Alguém há de lhe trazer a solução ideal :^D

    Abraços

  • Pingback: Como se tornar um consumidor mais inteligente | Dinheirama - Conquistando dinheiro e lucrando idéias

  • Alex

    Olá Márcio !!!
    Estava precisando me controlar financeiramente e através de um site de busca descobri vocês…
    Baixei a planilha e já estou usando, muito bom !!!! Fiz algumas modificações adaptando a planilha as minhas despesas e fiz algo que achei interessante repassar. Existem campos genéricos onde colocamos os gastos gerais como, ( feira / ambulante ) . Para que eu pudesse saber detalhadamente gasto por gasto ex.: x para feira / x para yakult etc, insiro comentários na planilha dentro da célula referente a esses gastos fazendo esse detalhamento. Bom não sei se isso vai fazer alguma diferença mas pra mim é essenciale queria deixar registrado.
    Obrigado !!

  • http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=11158537966341365646 McBoessio

    Olá Alex

    É muito gratificante perceber que mesmo mais de um mês após a entrada no ar deste artigo ele ainda consegue “ser encontrado” por pessoas que se preocupam com suas finanças pessoais. E fico contente em perceber que, indo além, você realmente entendeu a mensagem: a planilha é sua; molde-a ao seu gosto. Quanto à sua idéia, fiquei em dúvida em relação a um detalhe: onde, exatamente, você insere o comentário? Na planilha principal (2008) ou na auxiliar (Descrição)?

    Enquanto eu trabalhava na construção da planilha para o meu próprio uso, cogitei a hipótese de detalhar os gastos em grau ainda mais elevado. Por exemplo, os gastos em “supermercado”, em que apenas o valor total das compras é lançado, eu lançaria os dados da mesma forma que eles aparecem na nota fiscal: Produto, preço, quantidade. Abandonei esta idéia por considerar que esta atividade seria extremamente enfadonha, desestimulando ao objetivo final. Se, entretanto, você chegou a uma conclusão diferente da minha, por favor, relate sua experiência, pois é muito provável que suas preferências sejam comuns a outros leitores. Nosso objetivo aqui é instigar as pessoas a manterem-se soberanas em relação ao seu próprio dinheiro.

    Saudações

  • Fernanda

    Pessoal, até hoje a questão do cartão: como fazer os lançamentos destes sem que percamos o dia da realização, o item comprado, total do cartão a ser pago em seu vencimento…continua em aberto…como sou perfeccionista, isso tem me desestimulado um pouco. A sensação da planilha não está retratando fielmente a realidade é um grande problema. Vocês já conseguiram dispor de alguma idéia além das já citadas?
    Atenciosamente,
    Fernanda

  • Francisco de Assis Maia e Castro

    Estou conhecendo agora essa planinha, pois eu estou precisando fazer um orçamento doméstico urgentemente e das opções que vi na net,essa sua foi a que mais me chamou a atenção…acabei de baixa-la e vou começar a preenche-la. Talvez eu precise de mais orientações devido ao meu pouco conhecimento sobre planilhas do excel. Devo entrar em contato depois, ok?
    abraços e desde já obrigado…

  • Daniel

    Olá pessoal, tambémtomei conhecimento agora das planilhas, pois precisater o controle dos meus gastos.
    Já havia feito uma planilha por conta própria que tirei o exemplo do livro “Sobrou dinheiro!” de Luis Carlos Ewald, mas na verdade o problema é que não tenho domínio sobre as fórmulas do excel. Creio que com as explicações dadas aqui e comentários feitos por todos vai me ajudar em todo esse processo.
    E percebi que terei que fazer agumas alterações na planilha.
    Até mais e obrigado.

  • Inês

    Caro Marcio , adorei a planilha e preciso me organizar urgente financeiramente e achei muito prática , bom se tiver dúvidas eu peço um help.
    um abraço

    Inês

  • Denise

    Há alguns meses, resolvi ir antecipando todo mês o maior numero possível de parcelas do meu carro. Mas para isso teria que economizar e controlar bem as despesas para pagar as parcelas sem deixar faltar dinheiro no fim do mês. Então fiz minha planilha com as colunas: Despesa (Aluguel, Supermercado, etc), Meta (Previsão realista) e Valor Pago. Assim no começo do mês já fazia previsão dos gastos e calculava qtas parcelas já poderia pagar. Particularmente, acho importante ter uma meta para cada despesa, assim toda vez que vou a supermercado ou a uma praça de alimentação, por exemplo, tenho em mente o quanto posso gastar. Claro que às vezes passa, mas aí já sei o qto terei que economizar na prox vez ou em outro item para ficar dentro do previsto. Tem dado certo para mim, até pq graças a Deus sou muito disciplinada.
    Bom, mas, como a Fernanda, o que procurava aqui tbm era uma soluçao para as despesas do CARTÃO DE CREDITO! Acabo de contratar um e estou meio perdida… Tenho feito assim: eu não coloco a despesa “cartão de crédito” dentro da planilha. A coloquei logo abaixo da planilha, sem entrar na soma total, só para saber o valor da fatura. Então qdo pago lazer com o cartão, insiro o valor na despesa lazer da planilha do mês referente ao pagamento do cartão. E tbm somo o valor na célula do cartão. Assim tenho em separado o valor total do cartão e sei o total gasto com lazer naquele período e demais itens.
    Eu não sinto necessidade de saber exatamente como e qdo gastei (cinema – dia tal), só preciso ir acompanhando o qto gastei e o qto ainda tenho disponível para o item. Mas esse método ainda está em teste para mim… Como disse, estou meio perdida…

  • André Lemos

    Prezados(as),
    Há tempos eu utilizo planilha para controle de receitas e gastos. Cheguei a um ponto que – para as minhas necessidades – está quase perfeita.
    Acho importante a manutenção da coluna”previsão”, pelo simples fato de que serve como “teto” para as despesas no item em determinado mês. Isso não impede que com a prática ela seja revista, e mais realista.
    Com relação aos lançamentos das despesas com cartão de crédito, faço o lançamento da despesa no dia do pagamento, informando os valores de cada compra na categoria a que pertencem.
    Paralelamente, tenho um caderninho onde anoto diariamente as despesas/receitas do dia, o que não me consome nem 2 minutos no fim do dia. Semanalmente eu lanço na planilha eletrônica, que me apresenta a “verba ainda disponível” para cada tipo de despesa naquele mês.
    Também tenho uma visão de todo o ano, e posso me programar para uma poupança.
    Caso alguém queira, posso mandá-la por email, para avaliação e possível adaptação às suas necessidades.

  • Paulo Roberto

    Caro McBoessio,

    Gostei muito da sua planilha mas percebi algo que pode ser melhorado. É o seguinte: As celulas que contem formulas pode facilmente ser deletadas para que isso não aconteça deve-se selecionar toda a planilha e ir em formatar / celulas e na aba proteção desmarcar a opção bloqueadas dar ok. Após isso va para Editar e escolha a opção Ir para… uma vez nela clique no botão Especial… e selecione Formulas. Isso fará com que todas as formulas da planilha seja selecionada. Volte para a opção formatar / celulas e marque novamente a opção Bloqueadas e clique em Ok. após isso vá para ferramentas e selecione Proteger / Proteger planilha e coloque uma senha facil de lembrar, tipo 123, pede-se para confirmar e novamente informe 123. Feito isso todas as celulas que tiver formulas não será mais deletada acidentantalmente. E caso se queira alterar alguma formula é só entrar em Proteger / Desproteger planilha e informar a senha que escolhida.

  • ale domingues de faria

    olá Marcio sou o Alex baixei sua planilha de gastos que é ótima mas estou precisando de uma de gastos com combústiveis d carro e moto se puder me mandar agradeço. seu site é exelente parabéns.

  • Anderson

    Essas planilhas são ótimas.
    Baixei uma planilha simplificada de orçamento familiar em alguns celulas não dão automaticamente a soma. Exemplo: no campo transporte.
    Que fazer para resolver esse problema.

  • Marcileide

    Olá, preciso organizar a minha vida financeira e da minha familia, baixei agora a planilha e vou começar, vamos ver, depois aviso, ok.

  • http://planilhasprontas.blogspot.com/ Gerson

    Muito Legal a sua planilha, completa e funcional. As explicações são muito importantes.

  • Iren

    ola Márcio, gostei da sua planilha, e tenho uma dúvida, recebo meu salário quase no fim do mês e preciso guardar determinada soma para os gastos fixos do próximo mês, pois as contas são pagas geralmente no começo do mês, como posso colocar esse valor, como provisões? na receita, ou mesmo ainda não tendo usado esse dinheiro, nas despesas? me ajude!! Gostaria de saber sua opinião…pois esse dinheiro não posso usá-lo no mês. Obrigada.

  • samuel

    boa planilha.

  • http://osnildo.wordpress.com Osnildo Carvalho

    Olá Marcio,

    Sou Osnildo Carvalho, professor de Matemática e gostei muito de sua planília pelo layout e pelo fato da planília não estar travada, possibilitando assim, que o leitor deixe de acordo com a sua necessidade.

    Abraços e parabéns,

  • http://www.mercado-de-acoes.com Gabriel

    Márcio ! Excelente suas informações no post. O gerenciamento das receitas e das movimentações de gastos,despesas e ganhos são necessárias a todos justamente para criar maior clareza quanto a conta orçamentária de todas as pessoas. A preocupação está também na forma em que a planilha é utilizada tentando sempre vincular da melhor forma possível os gastos reais, garantindo melhor uso do dinheiro e melhor fluxo de caixa.

  • http://www.yahoo.com.br deivison

    estou mais ou menos no caminho certo. Só falta gerar mais receitas afim de poupa-las p/ despesas sazonais como material escolar, IPVA etc…

  • Jow

    Ótima planilha! Parabéns e obrigado pela ajuda…

  • Gastao Rodrigo

    Muito obrigado. Ótima tabela e explicação. Vou indicar esse site para meus amigos.

  • Julia

    Achei ótimo e vou tentar! Só uma dúvida: uso o cartão de crédito para eventualmente pagar contas de celular e televisão paga, além de compras em supermercado. Estes valores devem ser duplicados, no campo da despesa especifica + a do cartão? como fazer?

  • Priscila Juliana

    Oi Marcio, achei ótima sua planilha e já baixei. É a primeira vez que utilizo. Como trabalho para 3 empresas e alguns pacientes particulares, terei que alterar as células receitas, vamos ver se consigo rssssss…Mas é o seguinte: Gastos com padaria, lanchinhos, um doce, coisas do dia a dia, onde eu encaixaria????
    Obrigada pela ajuda… Meu dinheiro some e não onde vai parar rsssss…

  • Pingback: EduFin – Dicas para livrar-se das dívidas – Dinheirama

  • 100001691886010

    O modelo de planilha foi excelente para nossa organização. Obrigada! Valéria Rigotti.

  • 100001691886010

    O modelo de planilha foi excelente para nossa organização. Obrigada! Valéria Rigotti.

  • Pingback: Planilha bendita | MaodeVacaBlog

  • Fernando Martins

    Obrigado Marcio! A planilha e muito boa e simples de usar. Vou compartilhar!