Roberta comenta: “Navarro, ouvi em uma palestra sua um comentário que me fez pensar bastante no meu dia a dia. Você disse que as pessoas bem-sucedidas têm hábitos diferentes da maioria e por isso conseguem aproveitar melhor as oportunidades. Quais são estes hábitos? Obrigada”.

A vida de pessoas ricas e bem-sucedidas sempre desperta a curiosidade. A maneira como elas conseguiram se destacar da média e construir sua vida é motivo de vários estudos e pesquisas, ainda mais se levarmos em conta que mais de 90% dos milionários saíram praticamente do zero.

Independentemente da maneira como as pessoas enriquecem, há um aspecto fundamental na condução de suas vidas que precisamos observar com cuidado: a mudança e incorporação de novos hábitos é a base para a riqueza! Ninguém consegue ser rico de verdade se não mudar a si mesmo antes de tudo.

Esta mudança de hábitos é o que sustentará suas atitudes e estratégia durante a busca pela riqueza e independência financeira. Somos seres que tendem a reproduzir comportamentos no nosso dia a dia, e isso acontece porque o que nos dá a energia para seguir em frente são nossos hábitos, é a rotina.

Aristóteles já dizia, muitos anos atrás, que “somos o que fazemos repetidamente. Por isso o mérito não está na ação e sim no hábito”.

Desta maneira, a mudança de hábitos é a coisa mais importante que você deve colocar em prática se quiser ser rico de verdade (e não pense que riqueza é só dinheiro, na verdade pode ser o que você quiser).

Para criar novos e melhores hábitos, bem como manter-se aberto a novas transformações, será preciso um bom trabalho de autoconhecimento, que muitas vezes demanda de ajuda profissional (terapia é fantástico, eu recomendo fortemente). À medida em que você for se conhecendo melhor, você será capaz de estabelecer o que precisa mudar!

Leitura recomendada: 5 erros que comprometem seu sonho de independência financeira (e como vencê-los)

4 hábitos essenciais para gerar riqueza e atingir o sucesso desejado

De uma maneira geral, as pessoas bem-sucedidas aprendem e instituem bons hábitos a partir de oportunidades. Gente assim não se fecha em “verdades absolutas”, o que significa estar pronto para aprender sempre mais e melhor. Confira os hábitos mais comuns de quem valoriza a riqueza como um estilo de vida:

Hábito 1: Estudam muito (e sempre)

Chega a ser clichê, mas sem estudar e aumentar seu conhecimento e repertório de experiências, será muito difícil construir uma riqueza considerável e, principalmente, sustentável.

Salvo raros casos, as pessoas que conseguiram o sucesso financeiro foram aquelas que se dedicaram a entender, estudar e praticar diferentes maneiras de ganhar dinheiro (empreendedorismo, investimentos, parcerias etc.).

Atenção: não estou falando de estudar apenas o mercado financeiro e suas variáveis, mas de acumular experiências de vida e aprendizados de diversas áreas. A questão é muito mais o que você faz com o que sabe do que o que diz que sabe fazer, entende? É o conhecimento aplicado à prática que interessa para gerar riqueza.

Hábito 2: Preocupam-se com a produtividade

Para ser rico, você precisa antes ser produtivo! Ninguém fica milionário ou atinge a independência financeira passando o dia todo pendurado nas redes sociais. Trabalhar de maneira produtiva não quer dizer não ter descanso, mas sim focar nas atividades mais importantes e realizá-las com excelência.

A questão relacionada à produtividade tem três aspectos importantes:

  • Fazer o que precisa ser feito. Não tem essa de gosto ou não gosto disso e daquilo; algumas coisas precisam ser feitas para que obstáculos sejam ultrapassados, simples assim;
  • Não deixar o importante virar urgente. Resolver as questões essenciais e que estão intimamente relacionadas às suas prioridades é crítico para evitar perda de tempo e desgastes com urgências e emergências;
  • Criar e manter uma boa equipe. As pessoas bem-sucedidas são cercadas de pessoas melhores que elas, pois assim elas podem delegar e ter a certeza de que sua equipe será capaz de manter o trabalho em dia, muito bem feito e com resultados.

Produtividade não é fazer mais que os outros, é fazer o que você precisa fazer para satisfazer suas metas e objetivos.

Leitura recomendada: 12 dicas para melhorar sua produtividade (seus objetivos chegarão mais rápido)

Hábito 3: São sempre otimistas e positivos

Muito mais do que um sentimento, a positividade é um hábito. Certo, mas não ache que basta pensar positivo para ter bons resultados. Não é nada disso! Positividade é habito na medida em que se traduz em uma maneira de encarar o mundo de maneira crítica, sensata, mas positiva, buscando e aproveitando oportunidades.

Ser positivo e otimista também não significa estar alheio aos desafios impostos pela realidade; na verdade, é justamente o contrário: por pensar positivo e olhar sempre o “copo meio cheio”, as pessoas bem-sucedidas conseguem um aproveitamento muito maior das chances que a vida lhes impõe.

Hábito 4: Trabalham muito, mas sempre com propósito e sentido

Mudar apenas para ganhar dinheiro é algo insustentável e que traz infelicidade, angústia e muita limitação – aspectos como amizades, família e trabalho ficam prejudicados pela visão turva da ganância.

A busca por um sentido no que você faz ou pretende fazer é o caminho mais correto quanto temos que mudar e criar novos hábitos. Só assim somos capazes de manter em alta a disposição para todas as demandas enquanto equilibramos felicidade e trabalho com os outros hábitos mencionados neste texto.

O principal é entender que para ser bem-sucedido e alcançar a riqueza desejada, será preciso trabalhar muito. Por trabalhar muito entenda trabalhar de forma inteligente, constante, mas sempre coerente com seus princípios, prioridades de vida, objetivos e, principalmente, propósitos de vida.

Pergunte a alguma pessoa cuja história de vida e prosperidade você admira e você vai reparar que trabalhar para ela é algo tão prazeroso quanto se divertir com a família. Não é clichê, nem tampouco exagero; é uma questão de escolha, é um estilo de vida mesmo!

Leitura recomendada: Você precisa construir sua independência financeira (o INSS não vai dar conta)

Conclusão

Quando você sonhar com a independência financeira e construção de riqueza, pense menos em quais decisões mirabolantes precisa tomar para chegar lá e mais em pequenas coisas que você pode mudar no seu dia a dia.

Prefira novos hábitos simples a grandes transformações. A razão para esse olhar objetivo e pragmático é óbvia: uma mudança duradoura nada mais é do que a soma de diversas pequenas mudanças ocorridas ao longo do tempo. Tenha em mente que toda grande história é feita de detalhes, portanto atenção. Até a próxima!

Foto “New habits”, Shutterstock.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários