Aposentadoria é um tema que trouxe muitas reflexões e preocupações para os brasileiros, principalmente nesse ano com as discussões da reforma da Previdência

Recentemente, estamos escutando  muitas conversas na mídia sobre aposentadoria, previdência privada,  educação financeira. Já a algum tempo, muitas matérias têm falado sobre a importância desses assuntos em nosso dia a dia.

Nos EUA as pensões estão “desaparecendo” e sendo substituídas pelos planos privados. Com recentes crises econômicas, muitas contas de poupança de aposentadoria dos americanos sofreram um grande golpe. Você pode se perguntar o que isso tem a ver comigo, ou como isso me afeta?

A boa notícia é que podemos aprender com eles. Ou seja, aqueles que obtiveram os benefícios garantidos vitalícios proporcionados pelos planos de aposentadoria individual ou em grupo, estão em uma posição muito melhor para enfrentar as tempestades econômicas difíceis que surgem no caminho. E é aí que podemos aprender e ver de que maneira podemos nos preparar melhor para nossa aposentadoria.

Melhor que a poupança: Na Diin sua rentabilidade é 106% da Poupança (Abra sua conta grátis e invista já)

Todos precisamos economizar

Todos nós precisamos economizar para a aposentadoria e imprevistos. Só para se ter uma ideia quase  US$ 7 trilhões é o que os Americanos  economizam no ano para a aposentadoria. Isso significa que eles deixam de consumir e buscam uma alternativa de investir em algum tipo de previdência complementar.

Os trabalhadores americanos têm, portanto, razão de estar preocupados com sua segurança de aposentadoria social no atual ambiente econômico. E é isso que podemos aprender com eles também.

Trabalhadores idosos de baixa e média renda, pensionistas, aposentados, estão enfrentando um desafio financeiro assustador  e em muitos casos precisando inclusive de ajuda financeira de familiares. A redução da renda reduz também a maneira de consumir na aposentadoria.  Estudos mostram que 9 em cada 10 trabalhadores ficam aquém da meta de aposentadoria e não conseguem manter seu padrão de vida.

Leia também: Aposentadoria: assuma as rédeas de seu futuro ou prepare-se para virar estatística

Aposentadoria no trabalho é preciso de planejamento

Uma das razões para esse aumento da insegurança na aposentadoria é porque a maioria dos trabalhadores não têm acesso a nenhum plano de aposentadoria no trabalho – a maneira mais eficaz de economizar para a aposentadoria.

Poucos desses indivíduos economizam para a aposentadoria por conta própria e muitos se aposentam, com dinheiro insuficiente para atender às suas necessidades básicas.

Além disso, no setor privado, nas últimas décadas, as empresas que oferecem planos de aposentadoria  precisaram  desenvolver melhor a questão da educação financeira e aproximar os clientes dos produtos que melhor se adequa a necessidade de cada um.  E não estou nem falando em PGBL, VGBL, ou outros tipos de planos. Estou falando em POUPAR, seja até mesmo em produtos tradicionais  como a poupança.

Ouça: DinheiramaCast – Educação Financeira para empresas

Aproveite: Na Diin o investimento é mais seguro e rende mais que a poupança (Faça agora!)

Planos de Previdência: oportunidade de pensar o futuro

Os planos de Previdência comercializados pelas seguradoras começaram como suplementos aos planos de pensão ou aposentadoria do INSS.

Hoje são muito mais eficazes – e não são mais adequados APENAS para fornecer  renda adicional. Lidar com eventos extraordinários e não planejados ao longo da vida por exemplo. Questões de saúde, perda de cônjuge, etc.

O INSS é  a base da segurança da aposentadoria para milhões de brasileiros e suas famílias.  No entanto, a Previdência Social não é a única fonte de renda de aposentadoria para os trabalhadores.

Os planos de previdência privados são uma das opções disponíveis para acumulação de renda. Proporcionam incentivo fiscal ( vale analisar os planos disponíveis), segurança, possibilidade de diversificação de acordo com o perfil do cliente.

Leia também: Prepare-se para a verdade: Você não vai se aposentar (nunca)

O cálculo do benefício

O benefício mensal é definido com base em um cálculo atuarial que geralmente leva em consideração os valores de contribuição, retorno dos investimentos dos fundos e a renda desejada pelo cliente.

Depósitos esporádicos chamados de Aportes também contribuem para um saldo maior e consequentemente uma melhor renda na aposentadoria. Outra excelente opção são também os planos de previdência empresariais.

A opção  conjunta é importante porque torna os planos de pensão quase sempre com as mesmas taxas. Ao agrupar o gerenciamento profissional de ativos, existe a possibilidade de oferecer aos colaboradores melhores fundos.  Isso não seria possível no mercado quando falamos de diferentes valores de contribuição.

Leia também: Como se aposentar sem depender do governo?

Atenção às taxas de administração

Dependendo dos valores cada cliente teria acesso a um determinado tipo de fundo com taxas de administração bem diferenciadas também. É o mesmo que fazer compras através de um clube de compras.

O fato de pertencer ao grupo possibilita vantagens que no longo prazo fazem toda a diferença. Qualquer diferença de 0,5% em um montante acumulado por anos pode  representar milhares de reais.

Claro que não poderíamos deixar de mencionar o incentivo fiscal para empresas de lucro real, além de ser uma ferramenta de RH seja na contratação ou na retenção de um Profissional. É o famoso “ganha-ganha” para empresa e colaboradores.

Assista: REFORMA DA PREVIDÊNCIA: Como Calcular sua Aposentadoria? 💰

Costumo dizer que existem vários motivos pela qual você precisa iniciar seu planejamento de aposentadoria: o simples fato de as pessoas estarem agora, em média, vivendo mais do que nunca. Uma vida mais longa significa que você precisará de mais fundos de aposentadoria economizados para continuar vivendo.

Se você tiver a sorte de ficar acima da média, precisará esticar suas economias de aposentadoria além do que havia planejado. Isso significa economizar e planejar por mais tempo. Quanto mais cedo você começar, maiores serão suas chances de ter fundos de aposentadoria suficientes para durar toda a sua vida.

Leia também: Controle financeiro, riqueza e isolamento: provocando reflexões

Lembre-se que você não vai trabalhar para sempre

Você pode até ser uma pessoa que gosta de desafios e pensar que pode trabalhar até o dia em que quiser. Mas o fato é que você não pode exercer sua profissão em alto nível por toda a sua vida. À medida que envelhece, você diminui a velocidade e certas tarefas se tornam mais difíceis.

Não importa o quanto você queira trabalhar, mas isso não é desculpa para não poupar para a aposentadoria.  Aliás pelo contrário, ter esse dinheiro à mão prepara você no caso de se aposentar antes do previsto.

Sem um fundo de aposentadoria para recorrer, você ficará preso no seu plano de “trabalhar para sempre”.

Leia também: Dinheiro: 3 técnicas para transformá-lo em instrumento de felicidade

Faça da aposentadoria o melhor momento

A aposentadoria é a melhor momento  para marcar sua lista de compras. Imagine você com aquela grande lista de lugares dos sonhos para visitar e coisas para experimentar?

Aposentadoria é a oportunidade perfeita para ir atrás dos lugares e experiências que você viu em fotos ou vídeos e sempre desejou. Agora você pode coletar essas experiências e participar dos eventos que não pôde realizar durante sua vida laborativa.

O benefício do planejamento de uma  aposentadoria confortável também permite que você permaneça pleno e realizado.

Em resumo, não planeje uma expectativa de vida e sim, planeje mais.

Abraão Rodrigues
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários