Home Agronegócio China pede suspensão das exportações de fertilizantes

China pede suspensão das exportações de fertilizantes

A China é o maior produtor mundial de ureia e responde por cerca de um terço dos suprimentos globais do fertilizante à base de nitrogênio

por Reuters
0 comentário

A associação de fertilizantes nitrogenados da China pediu às empresas associadas, na sexta-feira, que priorizem os suprimentos para uso doméstico e retirem os pedidos de exportação que ainda não foram aprovados, depois que os preços da ureia atingiram o maior valor em dois anos.

Em um comunicado na sexta-feira, a Associação da Indústria de Fertilizantes Nitrogenados da China também disse que as empresas deveriam retirar os suprimentos que foram enviados aos portos.

A China é o maior produtor mundial de ureia e responde por cerca de um terço dos suprimentos globais do fertilizante à base de nitrogênio, que é essencial para o cultivo.

Os futuros da ureia na Bolsa de Mercadorias de Zhengzhou, na China, dispararam desde o final de maio, inicialmente impulsionados pela forte demanda da Índia.

O preço subiu ainda mais nas últimas semanas, apesar dos esforços para reduzir as exportações desde setembro, já que os revendedores estocam fertilizantes antes da importante temporada de plantio da primavera.

O contrato de janeiro da ureia foi negociado a 2.316 iuanes (319,89 dólares) por tonelada em 17 de novembro, próximo ao pico de dois anos atingido na semana anterior.

A associação também pediu aos membros que limitassem os preços dos fertilizantes a níveis não superiores aos preços de 16 de novembro e que mantivessem a produção em sua capacidade total.

As restrições à exportação de ureia também foram recentemente reforçadas, com o tempo de aprovação dos certificados de inspeção de exportação estendido para 60 dias úteis em relação aos 30 dias úteis anteriores, disse Gavin Ju, principal analista de fertilizantes do CRU Group.

É provável que nenhum novo pedido de exportação seja aprovado até o final deste ano, acrescentou.

A Indian Potash Limited (IPL) lançou uma licitação de ureia em 20 de outubro e espera-se que a China forneça de 7 a 8 navios ou cerca de 350.000 a 400.000 toneladas métricas, disse Ju.

A IPL não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.