Home Finanças Pessoais B-day: veja o golpe financeiro de aniversário

B-day: veja o golpe financeiro de aniversário

No dia do aniversário da vítima, o golpista telefona ou aparece de surpresa alegando que tem uma entrega

por Blog do Serasa
3 min leitura
Golpe de Aniversário, B-Day
Golpe de Aniversário, B-Day (Imagem: Blog do Serasa)

Aniversários são dias especiais, e o bolo de aniversário é um dos elementos mais tradicionais da comemoração. Porém, até mesmo um simples bolo pode se transformar em prejuízo financeiro. Conheça o golpe do bolo de aniversário e como não ser vítima dele.

Como funciona o golpe do bolo de aniversário

No dia do aniversário da vítima, o golpista telefona ou aparece de surpresa alegando que tem uma entrega. A isca pode ser um bolo, presente ou cesta de café da manhã enviado por amigo ou familiar.

Depois, o falso motoboy informa que é preciso pagar a taxa da entrega e que, por regra da empresa, esse pagamento só pode ser via cartão. A maquininha de cartão apresentada tem o visor danificado. Assim, a vítima não sabe o valor que está pagando.

Banner MBA BARSI

Outra abordagem é distrair a vítima ou aproveitar a falta de atenção para digitar na máquina um valor muito superior ao combinado.

Ou o golpista faz várias tentativas alegando falta de sinal, mas realiza várias transações para desviar o máximo possível de dinheiro.

De qualquer maneira, o golpe só é percebido quando o aniversariante verifica o extrato ou as notificações de compra do aplicativo do banco.

Em resumo, o golpe do bolo de aniversário é uma nova roupagem do golpe da maquininha de cartão.

Como o golpista sabe que é aniversário da vítima

Existem três cenários para o golpista saber o aniversário da vítima e aplicar o golpe do bolo de aniversário:

Via redes sociais: nome e data de aniversário são informações disponíveis na maioria das redes sociais.

Informações vazadas: o golpista pode ter conseguido os dados da vítima por meio de vazamento de alguma plataforma de dados ou em site não confiável.

Coleta de dados: os dados da vítima podem ter sido coletados por meio da técnica do phishing, por exemplo.

    Sinais de alerta

    Para não ser vítima do golpe do bolo de aniversário, preste atenção aos seguintes sinais:

    presentes não solicitado;

    recusa de receber pagamento em dinheiro ou via Pix;

    máquina de cartão com defeito;

    não conseguir ver o valor cobrado na máquina.

    Estratégias de proteção

    Para se proteger e não ser vítima deste e de outros golpes:

    Desconfie de presentes não solicitados

    Entre em contato diretamente com a empresa e confirme a origem do presente. Desconfie também de ofertas muito atrativas.

    Não forneça dados a estranhos

    Seja por telefone, mensagem ou pessoalmente, não forneça dados bancários ou pessoais para pessoas que não conhece e nas redes sociais.

    Não realize pagamentos em máquinas danificadas

    Sempre verifique se o visor do aparelho apresenta o valor correto da transação e se há sinais de adulteração. Ao notar algo suspeito, não faça o pagamento e escolha outra forma para pagar.

    Tenha comprovantes dos pagamentos

    Exija o comprovante da máquina de cartão após o pagamento. Ativar as notificações do aplicativo do banco também ajuda a manter o controle dos pagamentos e a verificar se não houve alteração no valor pago.

    Proteja a senha

    Observe se está digitando a senha do cartão no campo correto na máquina. E não deixe outras pessoas verem os números que estão sendo digitados.

    Tente outras formas de pagamento

    Quando possível, opte por realizar o pagamento em dinheiro, Pix ou diretamente pelo aplicativo de entrega. Isso evita ter contato com possíveis máquinas adulteradas.

    Banner MBA BARSI

    O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

    © 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

    O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

    O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.