Home Economia e Política Biden concede US$ 19,5 bi à Intel para aumentar produção de chips nos EUA

Biden concede US$ 19,5 bi à Intel para aumentar produção de chips nos EUA

Biden disse que a pandemia impulsionou uma escassez aguda de semicondutores, que forçou o fechamento de fábricas e o aumento dos preços

por Reuters
0 comentário

O presidente norte-americano, Joe Biden, concedeu à Intel (INTC; ITLC34) quase 20 bilhões de dólares em subsídios e empréstimos nesta quarta-feira, turbinando a produção doméstica de chips semicondutores da Intel no maior desembolso pelo governo dos Estados Unidos para a produção de chips de primeira linha.

Biden anunciou o acordo preliminar de 8,5 bilhões de dólares em subsídios e até 11 bilhões em empréstimos para a Intel no Estado do Arizona, onde parte do financiamento será usada para construir duas novas fábricas e modernizar uma já existente.

Biden disse que a pandemia impulsionou uma escassez aguda de semicondutores, que forçou o fechamento de fábricas e o aumento dos preços, e que desde então está determinado a investir nos Estados Unidos.

“Permitiremos que a fabricação avançada de semicondutores retorne aqui na América depois de 40 anos”, disse o presidente norte-americano.

Biden, um democrata, também atacou o adversário Donald Trump, dizendo que, sob as políticas do ex-presidente republicano, as empresas transferiam empregos para o exterior e que os cortes de impostos de Trump beneficiavam grandes corporações.

A secretária do Departamento de Comércio, Gina Raimondo, classificou o investimento na terça-feira como um dos maiores de todos os tempos na fabricação de semicondutores nos EUA.

Ela disse que o governo espera aumentar a participação dos EUA na produção de chips avançados de 0% para 20% até 2030 por meio do programa de subsídios.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.