Home Economia e Política Blinken diz que palestinos demais têm sido mortos em guerra de Israel contra Hamas em Gaza

Blinken diz que palestinos demais têm sido mortos em guerra de Israel contra Hamas em Gaza

Israel vem atacando Gaza por ar, mar e terra desde que homens armados do Hamas romperam a cerca da fronteira do enclave em 7 de outubro

por Reuters
0 comentário

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, denunciou nesta sexta-feira o número crescente de palestinos mortos enquanto Israel prosseguia com sua guerra contra o Hamas em Gaza, dizendo que mais precisa ser feito para proteger os civis.

Em seus comentários mais fortes até o momento sobre os civis que estão sofrendo o impacto da guerra, Blinken saudou as pausas humanitárias israelenses de quatro horas anunciadas pela Casa Branca na quinta-feira, mas disse que mais ações são necessárias para proteger os civis de Gaza.

Falando a repórteres em Nova Délhi, no final de uma viagem de nove dias ao Oriente Médio e à Ásia, ele disse: “Palestinos demais têm sido mortos; muitos têm sofrido nas últimas semanas”.

“E queremos fazer todo o possível para evitar que eles sejam prejudicados e para maximizar a assistência que chega até eles”, disse Blinken, acrescentando que Washington estaria discutindo outras medidas com Israel para avançar nesses objetivos.

Israel vem atacando Gaza por ar, mar e terra desde que homens armados do Hamas romperam a cerca da fronteira do enclave em 7 de outubro e realizaram um ataque no qual, segundo Israel, 1.400 pessoas foram mortas e cerca de 240 foram sequestradas.

Autoridades palestinas afirmam que mais de 10.000 pessoas foram mortas em Gaza desde que Israel iniciou sua campanha militar, e os hospitais de Gaza estão lutando para lidar com a falta de suprimentos médicos, água potável e combustível para os geradores de energia.

A Casa Branca disse na quinta-feira que Israel concordou em interromper as operações militares em partes do norte de Gaza por quatro horas por dia, e o Exército disse que os palestinos nesta sexta-feira foram autorizados a sair por mais de sete horas ao longo de uma estrada ao sul, mas não houve sinal de uma diminuição nos combates que devastaram o enclave à beira-mar.

Blinken disse que os Estados Unidos têm planos concretos para levar mais assistência humanitária e medidas para garantir mais proteção aos civis, mas atingir esses objetivos era um processo.

“Trata-se de um processo, e nem sempre é possível ligar um interruptor de luz, mas temos visto progresso. Só precisamos ver mais disso”, disse ele.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.