Home Economia e Política Bostic diz economia deve estar desacelerando, mas momento de corte de juros pelo Fed segue incerto

Bostic diz economia deve estar desacelerando, mas momento de corte de juros pelo Fed segue incerto

Bostic disse que ainda vê a possibilidade de um único corte de juros de 0,25 ponto percentual no final deste ano

por Reuters
0 comentário

É provável que o banco central dos Estados Unidos continue no caminho certo para reduzir as taxas de juros este ano, mesmo que o momento e a extensão da flexibilização da política monetária sejam incertos e que novas quedas na inflação ocorram apenas lentamente, disse o presidente do Federal Reserve de Atlanta, Raphael Bostic, em uma entrevista à Reuters.

“Ainda acredito” que as taxas de juros podem ser reduzidas este ano, apesar de um primeiro trimestre em que o ritmo de aumento dos preços pareceu ficar bem acima da meta de 2% do Fed, disse Bostic em seus primeiros comentários públicos desde a reunião de política monetária do banco central na semana passada.

Conversas com empresas em seu distrito sudeste do Fed indicam que o crescimento dos salários e dos empregos provavelmente desacelerará, disse Bostic, e que a maioria das empresas sente que seu poder de precificação está em declínio após os rápidos aumentos de preços que levaram a inflação a máximas de 40 anos em 2022.

“Há uma expectativa para a maioria dos empregadores com quem converso de que eles voltarão ao crescimento salarial pré-pandêmico”, disse Bostic na entrevista de quinta-feira. E, com a possível exceção das empresas de tecnologia, “estamos ouvindo de praticamente todos… que seu poder de fixação de preços está praticamente no limite”.

Isso deve preparar o cenário para um maior progresso da inflação ao longo do ano, disse Bostic, e para que o Fed eventualmente comece a flexibilizar a política monetária.

Prédio do Federal Reserve em Washington, nos EUA (Imagem: REUTERS/Jim Bourg)
Prédio do Federal Reserve em Washington, nos EUA (Imagem: REUTERS/Jim Bourg)

Mas isso pode demorar um pouco. Bostic observou, por exemplo, que embora o crescimento do emprego nos EUA em abril tenha sido mais fraco do que o esperado, a abertura de 175 mil postos de trabalho ainda foi um número forte, que precisa diminuir ainda mais para que ele sinta que é consistente com a meta de inflação do Fed.

“Acho que não saberemos disso por pelo menos alguns meses”, disse ele. “Tenho esperança de que continuaremos a ver essa desaceleração, porque minha perspectiva realmente diz que será preciso ver alguma desaceleração para que a inflação volte à nossa meta de 2%… Ainda estamos observando um crescimento robusto do emprego.”

Bostic, membro votante do Comitê Federal de Mercado Aberto do banco central, apoiou a decisão tomada na semana passada de manter a taxa de juros básica estável novamente na faixa de 5,25% a 5,50%.

Mais Alta por Mais Tempo

Bostic disse que ainda vê a possibilidade de um único corte de juros de 0,25 ponto percentual no final deste ano, e que seu foco agora é menos em quanto a taxa de política monetária pode cair até 2024 e mais em determinar o momento certo para qualquer movimento de queda.

“Teremos de ser pacientes e esperar até que a inflação nos dê sinais de que está se encaminhando de forma mais robusta para 2%”, disse ele. “Isso levará algum tempo. Para mim, a questão, ao contrário de quantos este ano, é quando ocorrerá o primeiro.”

O chefe do Fed de Atlanta disse que, a essa altura, ele vê a inflação retornando a 2% no final de 2025 ou início de 2026, uma lenta volta ao nível definido pelo Fed de estabilidade de preços que, segundo ele, permitirá que o banco central evite um aumento acentuado do desemprego.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.