Viver de Renda
Viver de Renda
Home Economia e Política Brasil assina acordo climático global para triplicar energia renovável

Brasil assina acordo climático global para triplicar energia renovável

O Brasil já é um importante participante no setor de energia renovável

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Soninha Vill/GIZ via Agência Brasil)

O Brasil assinou um acordo para triplicar a energia renovável até 2030 e deixar de usar carvão, de acordo com uma carta analisada pela Reuters na sexta-feira, juntando-se a um possível acordo apoiado por União Europeia, Estados Unidos e Emirados Árabes Unidos.

O Brasil é agora um dos cerca de 100 países a assinar o acordo, segundo uma autoridade europeia familiarizada com o assunto.

Fontes disseram à Reuters neste mês que o objetivo é que o acordo seja oficialmente adotado pelos líderes participantes das negociações climáticas COP28 das Nações Unidas, que começam na próxima semana em Dubai.

A embaixada do Brasil em Abu Dhabi afirmou em uma carta ao Ministério das Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos que o país iria aderir ao acordo intitulado “Compromisso Global de Metas de Energia Renovável e Eficiência Energética”.

O Itamaraty não respondeu imediatamente a perguntas sobre a carta.

O Brasil já é um importante participante no setor de energia renovável. Mais de 80% da eletricidade do país vem de fontes renováveis, lideradas pela energia hidrelétrica, com a energia solar e eólica se expandindo rapidamente.

O carvão representa pouco mais de 1% da eletricidade do Brasil, de acordo com estatísticas oficiais.

O rascunho da promessa de energia renovável, analisada pela Reuters, compromete-se com “a redução gradual ininterrupta da energia do carvão”, incluindo o fim do financiamento de novas usinas elétricas movidas a carvão.

Também inclui um compromisso de dobrar a taxa anual global de melhoria da eficiência energética para 4% ao ano até 2030.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.