Home Empresas Burger King fica mais próximo de mudar de mãos no Brasil após decisão de acionistas

Burger King fica mais próximo de mudar de mãos no Brasil após decisão de acionistas

No ano passado, o investidor soberano de Abu Dhabi já havia tentado adquirir a Burger King no Brasil, mas retirou uma oferta de aquisição

por Reuters
0 comentário
Burger King

A Zamp (ZAMP3), dona da marca Burger King no Brasil, disse nesta quinta-feira que seus acionistas rejeitaram uma proposta para incluir uma “poison pill” em seu estatuto interno, uma vitória para o investidor estatal de Abu Dhabi, Mubadala, que está construindo uma participação significativa na empresa.

A proposta que implementaria uma poison pill, além de limitar o poder de voto de um único acionista a 15%, foi rejeitada por 57,5% dos votos, informou a Zamp.

O resultado representa uma vitória importante para Mubadala, que aumentou a sua participação na empresa para 20,4% logo após a proposta ter sido divulgada em julho, tornando-se assim o maior acionista da Zamp.

No ano passado, o investidor soberano de Abu Dhabi já havia tentado adquirir a Zamp, mas retirou uma oferta pública de aquisição que tinha lançado, alegando que não conseguiu confirmar se o negócio implicaria a rescisão dos contratos de franquia e licenciamento de marca da empresa.

Na época, Mubadala detinha 4,95% da empresa e ofereceu 8,31 reais por ação para adquirir uma participação majoritária. Nesta quinta-feira, as ações da Zamp subiram 1,65%, a 5,55 reais.

Veja o documento:

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.