Home Agronegócio Cacau supera US$ 10 mil com piora na oferta

Cacau supera US$ 10 mil com piora na oferta

O preço do cacau mais do que dobrou este ano e agora é mais caro do que muitos metais

por Reuters
3 min leitura

Os preços mundiais do cacau voltaram a subir acima de 10.000 dólares por tonelada nesta quinta-feira, caminhando em direção aos valores recordes do ano, à medida que a crise de abastecimento da indústria de chocolate piorou depois que o principal produtor, a Costa do Marfim, suspendeu as exportações de grãos para junho e as vendas antecipadas para a próxima temporada.

A notícia veio um dia depois de relatos de que Gana, o segundo maior produtor mundial da matéria-prima do chocolate, está procurando adiar a entrega de até 350.000 toneladas métricas para a próxima temporada devido a colheitas ruins.

O preço do cacau mais do que dobrou este ano e agora é mais caro do que muitos metais.

Banner MBA BARSI

O contrato setembro do cacau em Nova York atingiu mais cedo um pico de seis semanas de 10.308 dólares a tonelada e fechou em alta de 2,6%, a 10.110 dólares a tonelada.

“É um problema enorme, a Costa do Marfim e Gana estão 30% abaixo do ano passado em termos de tamanho da safra. Ninguém sabe como compensar o cacau que está faltando, não há grãos suficientes no curto prazo para abastecer o mercado”, disse um negociante.

Fontes disseram à Reuters anteriormente que a Costa do Marfim suspendeu a compra e a exportação de cacau para junho em uma tentativa de manter estoque suficiente para os processadores locais que ficaram sem grãos para manter suas fábricas em funcionamento.

Eles acrescentaram que a proibição pode ser estendida para além de junho e que abrange multinacionais como a Cargill, Barry Callebaut, CEMOI e Olam, o que significa que as fábricas europeias que aguardam os grãos da Costa do Marfim terão que recorrer a outras fontes.

Enquanto isso, o maior produtor de cacau do mundo também suspendeu as vendas da próxima temporada enquanto aguarda mais clareza sobre a produção esperada.

O déficit de produção da atual temporada fez com que a Costa do Marfim vendesse em excesso a safra principal de outubro a março de 2023/24, forçando-a a rolar contratos de 150.000 toneladas de grãos para a atual safra intermediária.

O cacau em Londres atingiu uma máxima de seis semanas, de 8.299 libras por tonelada, e fechou em alta de 3,8%, a 8.222 por tonelada.

Banner MBA BARSI

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.