Home Agronegócio Café arábica cai quase 3% com previsão de chuvas no Brasil

Café arábica cai quase 3% com previsão de chuvas no Brasil

O contrato março do café arábica caiu 4,55 centavos, ou 2,7%, a 1,6665 dólar por libra-peso

por Reuters
0 comentário
(Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Os contratos futuros do café arábica na ICE fecharam em queda de quase 3% nesta sexta-feira, à medida que as melhores previsões climáticas para o Brasil reforçaram as apostas de que o maior produtor do mundo produzirá uma safra abundante no próximo ano.

Café

O contrato março do café arábica caiu 4,55 centavos, ou 2,7%, a 1,6665 dólar por libra-peso, após atingir um pico na quinta-feira, próximo a uma máxima de cinco meses. O contrato perdeu 2,3% na semana.

Operadores disseram que as regiões cafeeiras do Brasil receberam alguma chuva nos últimos dois dias, embora tenham sido mal distribuídas. A partir deste fim de semana, porém, a previsão é de chuvas torrenciais.

Grão quadrado

Ainda assim, o mercado continua sustentado pela escassez de oferta no curto prazo, com os estoques certificados em bolsa no seu nível mais baixo em pelo menos 24 anos, e todos os olhos voltados para as sacas de café novo que começam a chegar aos armazéns da ICE para classificação.

O contrato janeiro do café robusta caiu 45 dólares, ou 1,8%, para 2.521 dólares por tonelada, após atingir máxima de dois meses na quinta-feira.

O robusta, porém, registrou ganho de 4% na semana.

Açúcar

O contrato março do açúcar bruto ficou quase estável, a 27,18 centavos de dólar por libra-peso. Perdeu 0,4% na semana.

O contrato março do açúcar branco subiu 2,90 dólares, ou 0,4%, a 736,60 dólares a tonelada, tendo perdido 1,4% na semana.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.