Home Finanças Pessoais Consulta ao décimo terceiro salário do INSS está aberta

Consulta ao décimo terceiro salário do INSS está aberta

por Redação Dinheirama
0 comentário

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem consultar os valores e as datas de pagamento do décimo terceiro salário. O procedimento pode ser feito tanto pelo aplicativo Meu INSS, disponível para celulares e tablets, como pelo site gov.br/meuinss.

O decreto com a antecipação do décimo terceiro foi assinado em março. Este será o terceiro ano seguido em que os segurados do INSS receberão o décimo terceiro antes das datas tradicionais, em agosto e em dezembro. Em 2020 e 2021, o pagamento ocorreu mais cedo por causa da pandemia de covid-19.

Antecipação do décimo terceiro salário

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, o pagamento do décimo terceiro antecipará a injeção de R$ 56,7 bilhões na economia. Desse total, R$ 28,35 bilhões correspondem à primeira parcela, referente à competência de abril, que será paga entre o fim de abril e o início de maio. O restante corresponde à segunda parcela, da competência de maio, a ser paga no fim de maio e início de junho.

A maioria dos aposentados e pensionistas receberá 50% do décimo terceiro na primeira parcela. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro e terá o valor calculado proporcionalmente.

O Ministério do Trabalho e Emprego esclarece que os segurados que recebem benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) também têm direito a uma parcela menor do décimo terceiro, calculada de acordo com a duração do benefício. Por lei, os segurados que recebem benefícios assistenciais, como o Auxílio Brasil, não têm direito a décimo terceiro salário.

Como aproveitar seu décimo terceiro salário

O final de ano e o início Ano Novo são sempre cheios de gastos:

  • Presentes de Natal;
  • Viagem de férias;
  • IPVA, IPTU;
  • Renovação de matrículas; e
  • Compra do material escolar.

Por isso, o consumidor deve avaliar bem o orçamento para decidir o que irá fazer com o décimo terceiro salário. De acordo com o educador financeiro Reinaldo Domingos, o ideal é que o benefício chegue como um bônus para realização de satisfações pessoais e início de uma poupança.

Contudo, desde que o 13º foi criado, nos anos 60, “muita gente o aguarda ansiosamente para cobrir o desequilíbrio financeiro. Há quem recorra aos bancos que oferecem antecipação desse recurso como uma forma para quitar dívidas ou amenizá-las”, segundo ele.

Pagar as dívidas com o benefício é na verdade combater apenas o efeito do problema financeiro. De fato, a família precisa de educação financeira. O educador financeiro recomenda que o endividamento seja resolvido com o próprio salário. Ou seja, reduzindo os gastos.

Definindo os gastos

Para que você saiba exatamente quanto se pode gastar sem ficar endividado, a dica é definir os gastos. “Mesmo quando é necessário entrar em um financiamento, é importante avaliar se as parcelas, de fato, caberão no orçamento. Assim, é preciso levar em conta todas as outras despesas e demais sonhos de curto, médio e longo prazos”, explica o educador.

Antes que você vá às compras, faça um diagnóstico da sua situação financeira. Dessa forma, faça uma lista de todas as despesas fixas e variáveis para descobrir o comprometimento dos seus ganhos com as dívidas. Assim, fica mais fácil cortar os gastos supérfluos.

Esteja dentro dos seus padrões

Além disso, é importante que o consumidor faça escolhas que estejam dentro do seu padrão de vida. “Pesquise os melhores preços de presentes e itens da ceia e das festas, experimente estipular um valor máximo para gastar com cada item e peça desconto”, sugere Reinaldo.

Poupança

Aqueles que não estão endividados podem aproveitar o décimo terceiro salário para iniciar uma reserva e manter a prática de poupar.

Para quem já tem perfil investidor, o décimo terceiro salário é oportunidade para incrementar o investimento. Uma sugestão é usar 50% para alguma aplicação que a pessoa já possua. E os outros 50% podem servir para planejar um salto em direção à sua independência financeira. Por exemplo, investir em previdência privada.

Você já sabe o que vai fazer com seu décimo terceiro salário? Vai investir essa grana ou a usará para pagar dívidas acumuladas durante o ano?

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.