Home Comprar ou Vender Cury: resultados sólidos impulsionam perspectivas, aponta genial

Cury: resultados sólidos impulsionam perspectivas, aponta genial

A receita líquida da Cury atingiu um recorde de R$ 752 milhões, em linha com as estimativas da Genial Investimentos e do mercado

por André Torres
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@freepik)

A Cury (CURY3), uma das protagonistas do segmento imobiliário, apresentou resultados sólidos no 4° trimestre de 2023, consolidando sua posição no mercado.

A empresa registrou uma geração de caixa de R$ 137 milhões, implicando um Free Cash Flow (FCF) anualizado de 11%.

A Genial Investimentos destaca ainda que a Cury lançou com sucesso dois projetos, no Morumbi e na Mooca, que venderam 100% das unidades em menos de 5 meses.

Isso demonstra a capacidade da empresa de vender rapidamente, com margens atrativas, resultando em um ROE altíssimo de 47% anualizado.

Surpreendentes resultados e crescimento com geração de caixa

No quarto trimestre, a Cury também anunciou três lançamentos, totalizando um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 459 milhões, o que elevou o total lançado em 2023 para mais de R$ 4 bilhões.

Os resultados da Cury continuam a surpreender, com margens extremamente atrativas e uma geração de caixa notável.

A empresa tem mantido uma trajetória de crescimento, com geração de caixa positiva, desde o IPO, que completou 3 anos no terceiro trimestre.

Essa capacidade de crescer enquanto gera caixa é um caso raro e impressionante.

A Genial Investimentos mantém sua recomendação de COMPRA para as ações da Cury, destacando o P/E (Preço/Lucro) esperado para 2024 de 7,0x. Isso reflete a confiança na sólida posição financeira e no desempenho contínuo da empresa.

Detalhamento dos resultados

A receita líquida da Cury atingiu um recorde de R$ 752 milhões, em linha com as estimativas da Genial Investimentos e do mercado.

A margem bruta ajustada cresceu ligeiramente, atingindo 38,0%, com potencial para alcançar margens próximas ou até superiores a 40% em determinados cenários, considerando as mudanças no programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV).

As despesas administrativas apresentaram um crescimento de 28,7% trimestre a trimestre, principalmente devido ao pagamento de bônus anuais.

No entanto, a comparação anual mostra um crescimento de 9,7%, o que representa uma diluição dos custos administrativos em relação ao crescimento de 20,0% na receita no ano.

As despesas comerciais neste trimestre subiram mais do que o esperado, totalizando R$ 81 milhões, mas foram compensadas por outras despesas mais baixas do que o previsto.

No final, a Cury registrou um lucro de R$ 108 milhões, praticamente em linha com as expectativas.

Vale destacar que a Cury mantém uma posição de caixa muito forte, com um caixa líquido de R$ 463 milhões (representando 9,7% do valor de mercado da empresa).

Embora parte desse valor tenha sido utilizado para pagamento de dividendos no início de outubro, a posição de caixa líquido continua representando aproximadamente 6,5% do valor de mercado da Cury.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.