dinheirama-post-diarista-delivery-ja-ouviu-falarA lei que ampliou os direitos dos trabalhadores domésticos (PEC das Domésticas) está aquecendo o mercado para as empresas especializadas em limpeza residencial. De acordo com as empresas que terceirizam o serviço, o número de pessoas interessadas em trabalhar na área cresceu 16%.

Esse serviço terceirizado é interessante para o patrão que não gosta de arcar com os custos trabalhistas, como por exemplo INSS e vale-transporte, porém esse custo é um pouco maior do que em relação à uma funcionaria autônoma.

Em média, uma autônoma cobra entre R$ 80 – R$ 100, mas com a contratação da terceirização esse valor sobe para entre R$ 90 e R$ 150. É claro que o preço pode ser negociável, especialmente caso a “faxina” seja em vários dias da semana.

A analista financeira Cláudia Pereira, de 30 anos, é uma das clientes que aderiram ao serviço de faxina delivery. Nos últimos anos, ela teve três funcionárias mensalistas e duas delas entraram com processo na Justiça, mas a patroa ganhou as causas.

“Para não ter mais problemas trabalhistas, decidi contratar uma empresa e receber o atendimento com diarista. Meu marido fez os cálculos e se fossemos contratar os cinco dias da semana já valeria a pena contratar o serviço de uma empresa por causa dos encargos”, disse Cláudia.

Dona da empresa “Lady Clean”, Janete Albuquerque conta que tinha 23 clientes antes da PEC das Domésticas e que, agora, esse número já ultrapassou os 45. A funcionária da House Shine – outra empresa que terceiriza os serviços de diarista – Maria do Rosário dos Santos Nascimento, de 26 anos, conta que já trabalhou em casa de família e dormia no emprego, mas que prefere o emprego atual, pelos direitos e benefícios.

“Eu trabalho em dupla e o salário aumenta conforme chegam mais clientes. Comecei em fevereiro com uma casa e, agora, atendo duas casas por dia. Acho que, mesmo com a nova lei, trabalhar em casa de família não seria tão bom como trabalhar em uma empresa”, afirma Maria.

Janete Albuquerque diz ainda que, tradicionalmente, os patrões contratam uma empregada mensalista, mas acabam agregando funções como cozinheira, passadeira e babá. “Com a nova lei, isso diminui e o mercado se profissionaliza para que cada trabalhador desempenhe a sua função”, reitera.

O serviço feito pelas empresas terceirizadas são, em geral, visitar o cliente, montar o cronograma e o orçamento de acordo com a necessidade de cada família. As empresas ficam responsáveis por recrutar, selecionar, treinar e coordenar o trabalho das funcionárias. O cliente não precisa falar ou ensinar a profissional sobre o serviço que deve ser feito.

faxina-post

Você faz o uso desse serviço de diarista delivery? Conhece alguém que faz? Vale a pena pagar um pouco a mais pelo serviço? Conte para nós suas experiências com as diaristas. Até a próxima.

Fonte: R7.com. Foto cleaning, Shutterstock

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários