Home Agronegócio Entregas de adubos no Brasil caem 14,7% em março

Entregas de adubos no Brasil caem 14,7% em março

O indicador fechou o trimestre em leve alta apesar de um recuo de 14,7% nas entregas de fertilizantes em março

por Reuters
0 comentário

As entregas de fertilizantes ao mercado brasileiro somaram 8,67 milhões de toneladas no primeiro trimestre, crescimento de 1,4% em relação ao volume do mesmo período de 2023, ainda como reflexo do bom desempenho da safra anterior, afirmou nesta terça-feira a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda).

O indicador fechou o trimestre em leve alta apesar de um recuo de 14,7% nas entregas de fertilizantes em março, para 2,09 milhões de toneladas, segundo dados da Anda.

Foi o menor volume de entregas de fertilizantes em março desde 2020, quando o setor registrou 1,875 milhão de toneladas.

A associação de empresas de adubos não detalhou os motivos.

A Anda informou ainda que as importações de fertilizantes intermediários alcançaram em março 2 milhões de toneladas, com queda de 21,4%.

No acumulado do primeiro trimestre, o total importado foi de 7,45 milhões de toneladas, redução de 3,7% ante o mesmo período de 2023.

Já a produção nacional de fertilizantes intermediários encerrou março em 493 mil toneladas, representando redução de 17,4% versus o mesmo mês de 2023.

No acumulado do primeiro trimestre, o total produzido no país foi de 1,48 milhão de toneladas, com queda de 13,3%.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.