Home Economia e Política Gastos com construção nos EUA têm queda inesperada em maio

Gastos com construção nos EUA têm queda inesperada em maio

A oferta de moradias melhorou consideravelmente já que os custos mais altos dos empréstimos sufocam a demanda

por Reuters
3 min leitura

Os gastos com construção nos Estados Unidos caíram inesperadamente em maio uma vez que as taxas de hipoteca mais altas pesaram sobre a construção de residências unifamiliares.

O Departamento do Comércio informou nesta segunda-feira que os gastos com construção caíram 0,1% após um aumento revisado para cima de 0,3% em abril.

Economistas consultados pela Reuters previam alta de 0,2%, depois de uma queda de 0,1% relatada anteriormente em abril.

Os gastos com construção aumentaram 6,4% em maio em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os gastos com projetos de construção privada caíram 0,3% em maio, depois de terem aumentado 0,4% no mês anterior. O investimento em construção residencial recuou 0,2%, depois de alta de 0,9% em abril.

Os gastos com novos projetos de construção unifamiliar diminuíram 0,7%.

As taxas hipotecárias subiram em maio, prejudicando a confiança dos construtores, a construção e as vendas de casas.

A oferta de moradias melhorou consideravelmente já que os custos mais altos dos empréstimos sufocam a demanda, o que pode limitar o crescimento de novas construções.

Em maio, o estoque de casas usadas foi o maior desde agosto de 2022, enquanto a oferta de novas moradias foi a mais elevada em mais de 16 anos.

O investimento residencial deve ter desacelerado acentuadamente no segundo trimestre, depois de registrar um crescimento de dois dígitos no trimestre de janeiro a março.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.