Home Comprar ou Vender Goldman Sachs eleva Stone para “compra” e PagBank a “neutra”; mantém Cielo como “neutra”

Goldman Sachs eleva Stone para “compra” e PagBank a “neutra”; mantém Cielo como “neutra”

Goldman Sachs ainda elevou os preços-alvo das ações: StoneCo, de 12 para 21 dólares

por Reuters
0 comentário
Stone, receitas

As ações da Stone (STNE; STOC31) disparavam em Nova York nesta segunda-feira, chegando a saltar 10,8% na máxima até o momento, endossadas por relatório de analistas do Goldman Sachs (GS; GSGI34) elevando a recomendação dos papéis para “compra”, citando o novo potencial de receita com crédito.

“A Stone é nosso nome preferido em pagamentos no Brasil, dada sua perspectiva superior de crescimento de receitas e lucros”, afirmaram Tito Labarta e equipe em relatório enviado a clientes no final do domingo.

Eles avaliam que o posicionamento da Stone no segmento de micro, pequenas e médias empresas (MPME) pode garantir um crescimento mais forte de volume total de pagamentos (TPV) do que a média do setor em 2024, levando a um ganho de participação de mercado de 0,6 ponto percentual.

A equipe do Goldman Sachs estima que as receitas de crédito representarão 11% das receitas das MPMEs 9% das receitas totais até 2027, enquanto as receitas flutuantes contribuirão com 4% dentro das MPMEs e 3% do total até 2027.

“Isso significa que o crédito pode aumentar a ‘take rate’ da Stone em 29 pontos base, enquanto o crédito flutuante acrescenta mais 10 pontos base, para atingir 2,55% até 2027”, afirmaram, avaliando que isso deverá ajudar a mitigar a concorrência contínua no espaço de pagamentos.

Por volta de 12:05, os papéis da StoneCo, que são negociados em Nova York, valorizavam-se 6,6647%, a 18,165 dólares, tendo chegado a 18,87 dólares na máxima mais cedo.

PagBank (PAGS; PAGS34), também transacionada nos EUA, subia 4,5238%, a 13,17 dólares, enquanto Cielo (CIEL3) avançava 3,79% na B3, a 4,65 reais.

(Imagem: Reprodução/Facebook/Stone)
(Imagem: Reprodução/Facebook/Stone)

Na visão dos analistas, perspectivas para o setor parecem ligeiramente mais favoráveis, uma vez que o crescimento parece estar atingindo um ponto de inflexão positivo.

Eles também elevaram a recomendação de PagBank para “neutra”, conforme enxergam espaço para a empresa aumentar a sua carteira geral de empréstimos, bem como a sua base de depósitos, e mantiveram Cielo com classificação “neutra”, uma vez que veem a companhia continuando a perder participação de mercado em TPV.

Goldman Sachs ainda elevou os preços-alvo das ações: StoneCo, de 12 para 21 dólares; PagBank, de 7,40 para 13,80 dólares; e Cielo, de 3,80 para 4,50 reais.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.